Saiba como se prevenir do câncer de mama

Por Jornal Metro

Seja por desleixo, preguiça ou por falta de condições financeiras, muitas mulheres não vão ao ginecologista para consultas regulares. Manter em dia a visita ao médico e a realização de exames são práticas fundamentais para se prevenir de diferentes tipos de doenças, algumas bem graves. Por exemplo, estima-se para 2018 mais de 59 mil novos casos de câncer de mama no Brasil, segundo o Inca (Instituto Nacional do Câncer).

Caso detectado tardiamente, o câncer de mama é altamente perigoso, porém, quando diagnosticado no início, tem até 90% de chance de cura, segundo o Inca. A principal recomendação para as mulheres, além de se atentarem aos sintomas principais, como: vermelhidão em volta do mamilo, ressecamento, surgimento de nódulos, é realizar a mamografia uma vez por ano a partir dos 40 anos de idade já que cerca de 30% das mortes podem ser evitadas por meio do exame.

Impactos indiretos
Trata-se de uma doença agressiva, por isso, a prevenção é fundamental, já que além de transtornos físicos, o câncer de mama afeta o lado emocional da mulher. Isso acontece principalmente quando a mastectomia (remoção das mamas) é necessária. “A percepção das mamas e dos cabelos como zonas direcionadas ao reconhecimento como mulher, acrescenta uma discussão a respeito da perda da feminilidade, libido, e sensação de um ser completo”, explica Pedro Maroun, mastologista e pesquisador do Inca.

O mais indicado nesses casos é que fora o tratamento químico, a mulher passe por um tratamento psicológico para conseguir lidar com as dificuldades físicas, sociais e emocionais da doença.

Outra dica, é não esquecer do check-up periódico, que também é bem importante. Exames vão desde os laboratoriais até procedimentos mais específicos como colposcopia, vulvoscopia, pesquisa de HPV, entre outros.

Conteúdo Patrocinado
Loading...
Revisa el siguiente artículo