Avanço na ciência: cientistas conseguem remover Alzheimer de rato

Por Metro Jornal

Uma reportagem publicada no Daily Mail trouxe mais esperança para quem luta contra o Alzheimer. Segundo a publicação, pesquisas realizadas em ratos de laboratório mostraram que alguns tipos de anticorpos são capazes de remover as placas da doença do cérebro.

Aproximadamente 20 anos antes do Alzheimer começar a apresentar sintomas, as pessoas que têm a doença começam a desenvolver placas de beta-amilóide que se acumulam no cérebro e, de acordo com estudos científicos, interferem nos sinais neurais para causar perdas cognitivas e de memória.

Segundo a publicação do Daily Mail, pesquisadores da Escola de Medicina da Universidade de Washington desenvolveram um anticorpo que pode remover completamente as proteínas dessas placas, de acordo com sua nova pesquisa.

Vários ensaios clínicos recentes tentaram usar anticorpos para direcionar as placas, mas nenhum passou dessas fases de teste e muitos tratamentos surgiram com efeitos colaterais insustentáveis.

A nova abordagem pode oferecer uma maneira de contornar esses efeitos colaterais e parar as placas de Alzheimer antes que seus sintomas comecem.

Conteúdo Patrocinado
Loading...
Revisa el siguiente artículo