Grupo dinamarquês inova ao fazer música embaixo d'água!

Por Metro Internacional

A música é universal, qualquer pessoa pode cantar ou tocar um instrumento, basta treinar bastante. Agora, imagina produzir música debaixo d’água?

A companhia "Between Music" organizou o "AquaSonic", um concerto totalmente subaquático. Cinco artistas submersos em tanques de água cantam e tocam instrumentos personalizados. O resultado é uma experiência de concerto fora do comum; literalmente um mergulho em um universo de imagens e sons.

O projeto começou com Laila Skoymand, diretora artística, compositora e performer do grupo. Em 2004, ela teve a ideia de cantar na superfície da água,  e depois tentou se arriscar cantando totalmente submersa, ficou intrigada com a experiência e começou a desenvolver o projeto do concerto subaquático durante 11 anos.

A técnica de Laila para tornar possível o canto debaixo d’água, sem que as bolhas saíssem, funciona da seguinte maneira: ela leva a água o mais longe possível dentro da garganta e canta em uma bolha de ar na boca. Quando ela sente que a bolha está prestes a explodir, ela suga de volta e canta a próxima nota. E assim por diante, até que ela precise de ar novamente.

O diretor de inovação da companhia, Robert Karlsson, conta que foi difícil tornar realidade o AquaSonic. “A densidade, as diferentes acústicas em relação ao ar, manter a respiração. Por conta disso foi um longo caminho para tornar possível a música viva, e fizemos muitas colaborações com inventores, cientistas e especialistas, como mergulhadores, biólogos e metalúrgicos.”

Ele notou que algumas percussões funcionam submersas, mas outros instrumentos não. Então foi preciso criar novos, como o hydraulophone, de Steve Mann e Ryann Janzen, do Canadá. É um tipo de órgão que faz a água vibrar para criar som. Outros instrumentos são baseados em conceitos já existentes, contudo são adaptados para água, como o violino construído com fibra de carbono, um instrumento inspirado pela harmônica de vidro  de Benjamin Franklin e outro de corda que usa uma roda para tocar nas cordas em vez de um arco.

Chegar no resultado esperado foi o maior desafio. O diretor de inovação explica que os tanques também são um instrumento, de certa forma. “Se eu tocar um instrumento em um lugar dentro do tanque, ele soa de uma maneira. Então, tivemos que medir a colocação exata dentro do tanque  para que cada um sempre tivesse o mesmo som”. A temperatura, o tipo, a qualidade e a quantidade de ar na água também fazem a diferença no timbre e no som.  Para a música ser captada, a companhia usa microfones subaquáticos, assim o público consegue ouvir por meio de um sistema de alto-falante.  

AquaSonic – trailer

Trailer for Between Music's underwater concert "AquaSonic". Check also our brand new live video ”Breaking the surface" on www.aquasonic.dk.

Posted by Between Music on Tuesday, May 24, 2016

Conteúdo Patrocinado
Loading...
Revisa el siguiente artículo