6 medidas para proteger seu Facebook de 'bisbilhoteiros'

Por Metro Jornal

A polêmica envolvendo o Facebook, a Cambridge Analytica e o vazamento de informações expôs, de uma forma muito real, como pode funcionar a espionagem na internet. Nos primeiros meses de 2018 vimos uma série de notícias, sobre como as informações de usuários foram usadas para tentar influenciar as eleições nos Estados Unidos.

A Cambridge Analytica é uma empresa privada que combina mineração e análise de dados com comunicação estratégica para o processo eleitoral nos EUA, que usou ilegalmente dados do Facebook para tentar manipular o debate político em blogs ou na própria rede social.

A solução definitiva para proteger os dados pessoais passa por se apagar a conta de Facebook? Sim, sejamos práticos. Contudo, para quem precisa da rede social e a utiliza para se conectar com amigos, pode ser uma solução (demasiado) extrema. Por isto, deixamos aqui algumas medidas que podem te ajudar a proteger melhor os dados pessoais e manter a conta na rede social.

1 – Eliminar o acesso de apps à conta de Facebook

Foi o que gerou a polêmica da Cambridge Analytica. Uma aplicação da plataforma foi o suficiente para plataforma quebrar o sigilo de mais de 50 milhões de perfis. O pior? Foram “apenas” 300 mil usuários que acessaram o aplicativo. Para evitar que as aplicações continuem a "bisbilhotar" a sua privacidade, é possível fazer uma “Verificação de Privacidade” na conta.

Primeiro, num browser, acesse a conta. Depois, no topo superior direito, carregue no ícone com um ponto de interrogação. Vão aparecer várias opções, carregue na “Verificação de Privacidade”. Neste momento vai surgir uma imagem como esta:

O primeiro passo permite mudar a predefinição da privacidade de uma publicação. Onde está “Público”, você pode mudar para “apenas amigos específicos”, “apenas amigos”, entre outros. É no passo seguinte que surge a opção de ver todos os aplicativos que podem acessar os seus dados.

segurança do face Reprodução

Neste lugar é possível eliminar o acesso ao perfil e informações. No entanto, isto não apaga automaticamente os dados que o aplicativo já possa ter coletado, mas vai impedir que continue a fazê-lo. Você pode solicitar o apagamento dos seus dados diretamente com o fornecedor do aplicativo.

segurança do face Reprodução

O último passo nesta verificação é também importante, pois mostra todas informações pessoais do perfil e com quem se está a partilhar. Quer manter seu número de telefone em segredo? Marque a opção “Apenas eu”.

2 – Mudar as definições de privacidade da conta

É uma das medidas mais simples e também é feita através das definições. Nesta seção é possível escolher quem pode acessar aos posts e ao perfil que tem na rede social. Sabia que, mesmo não estando visível, uma conta de Facebook pode ser encontrada se alguém tiver o número de telefone associado? É possível, mas pode ser alterado nesta seção.

3 – Impedir publicidade direcionada

O Facebook é gratuito por um razão: vive de publicidade. Há uma página na plataforma, de "preferências de publicidade", que mostra a interação que o usuário teve e tem com os anunciantes. Esta opção fica escondida e o meio mais rápido para acessar é digitar o seguinte endereço no navegador: https://www.facebook.com/ads/preferences/edit/

Nesta página é também possível definir que anúncios aparecem na rede social com base nos interesses de quem usa (e ver uma previsão do tipo de anúncios). Não quer que nenhum anúncio com base em interesses apareça? Remova todos.

facebook Reprodução

4 – Não deixar o Facebook 'logado'

Se você está acostumado a deixar seu Facebook "logado" no navegador é possível que suas informações estejam sendo acessadas. Um inocente botão de "compartilhar" pode servir como marcador para a rede social saber exatamente por quais sites você navega.

Além do mais, alguns sites usam o seu acesso para "compartilhar" a página para sua rede de amigos como se esta fosse "aleatória" no feed de notícias.

Para evitar que o Facebook recolha dados de sites que visita, tire o "login automático". Sim, isto implica que ao ir à rede social você vai ter de fazer a penosa atividade de inserir nome e senha, mas se o objetivo é proteger os seus dados, é uma opção a considerar.

Facebook Reprodução

O mesmo acontece com aplicativos. Um usuários pode saber, através das definições da conta de Facebook, que aplicações têm o login automático feito. A melhor opção aqui é desativar todas.

5 – Desativar a opção de localização

O Facebook, como uma grande maioria das aplicações para smartphone, pede autorização ao usuário para ativar o GPS do telefone. É uma opção que diz onde você está, mas que pode permitir a aplicações da plataforma saber onde o usuário se encontra a cada momento. Não quer que os apps percebam de onde publica os posts e lhe direcionem anúncios e publicidade? Desative a localização.

Facebook segurança Reprodução

6 – Apagar a conta do Facebook ou ter atenção no que se faz nele

Sim, como dissemos no início do texto, esta é uma medida drástica e é a única verdadeira opção se o objetivo for proteger os dados pessoais. O Facebook é uma rede social e por isto basta estar nela para que seus dados pessoais já estejam na base de dados e, consequentemente, nas mãos dos anunciantes.

Conteúdo Patrocinado
Loading...
Revisa el siguiente artículo