Estudo revela que ninguém é 100% heterossexual e que todos ficamos excitados com pessoas do mesmo sexo

Por Metro Internacional

Ritch Savin-Williams, um psicólogo da Universidade de Cornell, nos Estados Unidos, quer derrubar o mito de que as pessoas podem ser 100% heterossexuais, a partir das conclusões alcançadas com o estudo que inspirou seu novo livro "Mostly Straight: Sexual Fluidity Among Men".

De acordo com o Daily Mail, o especialista em estudos de gênero analisou um grupo de homens e mulheres voluntárias, mostrando a eles produções pornográficas heterossexuais e de pessoas do mesmo sexo.

Os participantes tiveram a dilatação das pupilas medidas – o que é um indicador de excitação sexual. E com base nos resultados, nenhuma das pessoas é 100% heterossexual.

Por exemplo, aos voluntários do sexo masculino foram mostrados homens se masturbando e depois mulheres praticando o mesmo exercício: em ambos os casos as pupilas se dilataram. O mesmo aconteceu com as voluntárias.

Os resultados chamaram a atenção de Savin-Williams, já que em um estudo publicado anteriormente no Journal of Personality and Social Psychology, em um grupo de 40 homens que se declararam heterossexuais, alguns admitiram que tinham sexo homossexual.

Por esta razão, ele aprofundou o fato de que os homens acham difícil aceitar que são bissexuais. Nesse ponto, ele enfatizou que antes de sua pesquisa, "costumávamos pensar que (bissexualidade) era apenas um fenômeno feminino".

Por meio dos resultados da pesquisa, agora o especialista procura questionar as definições de sexualidade.

Conteúdo Patrocinado
Loading...
Revisa el siguiente artículo