Que tal uma privada que recicla dejetos? Bill Gates está investindo nisso

Por Metro Jornal

Utilizar o banheiro pode ser algo trivial, comum, mas não para mais da metade da população do mundo. Cerca de 4,5 bilhões de pessoas no planeta não têm acesso ao saneamento básico seguro, segundo relatório da OMS (Organização Mundial da Saúde) e Unicef (Fundo das Nações Unidas para a Infância) divulgado em 2017.

De olho nisso, o fundador da Microsoft, Bill Gates, por meio de sua fundação, está investindo em uma nova tecnologia sanitária que faz dejetos virarem energia e água. E isso sem utilizar eletricidade e água para descarga, com custo abaixo de US$ 5 centavos por usuário por dia. A privada do futuro foi batizada de Nano Membrane Toilet.

Na realidade a privada foi criada em 2012 por pesquisadores da Universidade de Cranfield, no Reino Unido, com investimento da Fundação Bill e Melinda Gates. Outra vantagem da invenção é não depender de conexão com uma rede de esgoto.

Tudo o que o usuário precisa fazer, depois do uso, é fechar a tampa. O vaso usa um mecanismo de rotação para enviar os resíduos líquidos para uma câmara, onde ocorre a separação das moléculas de água do restante, com o auxílio de uma membrana nanotecnológica.

Por fim, a água será conduzida para um reservatório na parte frontal, permitindo que seja usada na limpeza doméstica ou na irrigação de plantas.

Os resíduos sólidos são destinados para outra câmara e o usuário tem a oportunidade de escolher se quer incinerá-los ou transformá-los em energia para abastecer pequenos dispositivos móveis ou manter o próprio sistema do vaso.

A invenção não é autossuficiente e demanda manutenção. Por exemplo, as membranas precisam ser trocadas a cada três meses e os dejetos ainda devem ser esvaziados com regularidade. Para realizar esse serviço, a equipe da Nano Membrane pensa na possibilidade de alugar as privadas para as famílias e contratar profissionais capacitados.

Atualmente, a tecnologia está em fase de testes em comunidades na Índia e na África. Se os resultados forem positivos, será distribuída para outras regiões com carência de saneamento.

Conteúdo Patrocinado
Loading...
Revisa el siguiente artículo