Google pede desculpas por exibir anúncios no YouTube em vídeos ofensivos

Por Tercio Braga
Marcas retiraram seus anúncios do Youtube. As propagandas eram exibidas antes de vídeos com discurso de ódio ou preconceituosos | Reprodução Anúncios eram exibidos antes de vídeos com discurso preconceituosos | Reprodução

O Google se desculpou nesta segunda-feira por permitir que anúncios publicitários apareçam juntamente a vídeos ofensivos no YouTube, enquanto empresas como Marks & Spencer e HSBC tiraram as campanhas voltadas ao mercado britânico de sites do Google.

O governo britânico suspendeu anúncios no YouTube depois que algumas propagandas do setor público apareceram junto de vídeos contendo mensagens homofóbicas e antissemitas, desencadeando uma onda de processos judiciais.

O mercado britânico é o maior do Google, da holding Alphabet, fora dos Estados Unidos, gerando US$ 7,8 bilhões principalmente com anúncios publicitários em 2016, ou quase 9% da receita global da gigante norte-americana.

“Eu gostaria de me desculpar com os parceiros e anunciantes que foram afetados pelos seus anúncios aparecendo em conteúdo controverso”, disse o presidente do Google para Europa, Oriente Médio e África, Matt Brittin, durante o evento anual Advertising Week Europe, em Londres.

Marcas britânicas renomadas e algumas das maiores empresas de publicidade responsáveis por colocar vasta quantia de material de marketing para os clientes disseram que estão reavaliando como trabalham com o Google.

O boicote é o mais recente episódio do embate entre as empresas de publicidade e gigantes de internet que construíram posições dominantes em propaganda digital ao oferecerem não só enormes audiências, mas também a capacidade de usar dados de usuários para elaborar anúncios mais focados e relevantes.

Para grandes grupos publicitários como a WPP, as empresas de internet são tanto cliente quanto concorrente, enquanto tradicionais empresas de mídia, incluindo jornais e sites, estão tendo que competir com elas.

Loading...
Revisa el siguiente artículo