Final do Paulistão limitará cobertura de imprensa; veja regras

Por Metro Jornal com BandNews FM

A Federação Paulista de Futebol solicitou ao Comitê de Contingência do Coronavírus do estado de São Paulo a inclusão de um adendo no protocolo de segurança dos jogos do Campeonato Paulista para contemplar a cobertura de imprensa.

Um número limitado de jornalistas terá acesso aos estádios na fase final do Campeonato Paulista, seguindo todos as medidas de proteção contra o coronavírus.
Leia mais:
Brasil tem mais um dia acima dos 50 mil contágios e mil mortes por covid-19; confira balanço desta sexta
Bolsonaro exibe cloroquina durante aglomeração em Bagé, RS

Acesso

Com a autorização por parte das autoridades, fica liberado o acesso para até 40 profissionais de mídia por jogo, sendo: dez radialistas, dez fotógrafos, dez profissionais de imprensa escrita, dez  emissoras/sites para captação de imagem em vídeo.

Em todos os casos, é autorizado apenas uma pessoa por veículo de mídia.

Regras

Todos os 40 jornalistas serão credenciados na zona vermelha, ou seja, sem nenhum acesso ao gramado de jogo. Eles serão orientados assim que chegarem ao estádio.

Nenhum profissional terá acesso à zona de imprensa dos estádios e não haverá entrevista coletiva nem mesmo zona mista, sendo obrigatório o uso de máscara.

Haverá aferição de temperatura na entrada dos estádios e será obrigatório um kit pessoal de álcool em gel.

A autorização inicial vale para os dois jogos das semifinais do Paulistão, entre Corinthians x Mirassol, em Itaquera, e Palmeiras e Ponte Preta, no Allianz Parque, além das finais do Estadual, marcadas para os dias 5 e 8 de agosto.

Existe, ainda, a possibilidade da extensão desse adendo para os jogos do Campeonato Brasileiro, que tem início no dia 9 de agosto.

Loading...
Revisa el siguiente artículo