Federação do RJ processa Fluminense e Botafogo por oposição ao retorno do futebol

Por Metro Jornal com Estadão Conteúdo

A Federação de Futebol do Estado do Rio de Janeiro (Ferj) quer ser indenizada em mais de R$ 100 mil em danos morais e materiais pelos clubes Botafogo e Fluminense. O motivo são os protestos contra o retorno do Campeonato Carioca, visto como precipitado por ambos os times.

LEIA MAIS:
Brasileirão começa em 8 de agosto, confirma CBF

A Ferj ainda exige retratação pública dos clubes. A entidade alega, no documento, que Fluminense e Botafogo expuseram grosseira e mentirosamente uma série de supostas irregularidades imputadas à Autora" e diz que "é muita covardia de ambos mandatários agirem às expensas das instituições que administram para tentar infligir alguma dor na moral alheia, visando amealhar alguma fugaz repercussão social".

A federação ainda afirma que a oposição dos clubes ao retorno do Campeonato Carioca não se baseia na preocupação com a saúde, mas em crises internas.

Entre os pontos criticados pelos clubes, a Ferj discordou do "atraso" forçado na volta aos treinos, alegando que as autoridades já haviam autorizado a volta das atividades: "Essa retórica vazia e oportunista somente tem o condão de desvirtuar o foco da questão, qual seja, a inabilidade em gerir a crise em um clube falido. O suposto motivo nobre nada mais do que mascara uma triste realidade de bancarrota absoluta, bancada por sucessivas administrações incompetentes".

Vale - Branded content - julho/2020
Loading...
Revisa el siguiente artículo