Esquema aliciava jogadores para exploração sexual na Espanha

Por Metro Jornal

Sete jogadores de futebol, entre eles um menor de idade, foram libertados na última quarta-feira pela Guarda Civil da Espanha. O grupo havia sido aliciado por uma quadrilha de prostituição e eram explorados  sexualmente.

Os atletas, na maioria da Colômbia e Argentina, eram levados para a Europa com promessa de contrato com clubes do país. Todos chegaram ao país entre agosto e setembro do ano passado,  assessorados por um 'treinador e olheiros' que iria ajudar-los.

Mas assim que chegaram tiveram dinheiro e documentos confiscados e foram obrigados a se prostituírem para sobreviver. Alguns eram obrigados a mendigar para comer.

A operação Promessas, como foi batizada pela polícia local, que investiga uma rede de prostituição e tráfico de pessoas, prendeu três responsáveis pelo grupo.

Não há informação de brasileiros entre as vítimas liberadas.

Com informações do La Nacion.

Loading...
Revisa el siguiente artículo