Fórmula 1: Ferrari anuncia que Vettel deixará equipe no fim de 2020

Time italiano e o piloto não entraram em acordo para renovação

Por Ansa

A Ferrari anunciou nesta terça-feira (12) que o piloto Sebastian Vettel deixará a equipe no fim da temporada de 2020 da Fórmula 1. O contrato do tetracampeão mundial se encerra no fim deste ano.

Em uma nota, o time de Maranello explicou a decisão "de não estender a relação de colaboração técnico-esportiva além de sua expiração natural, prevista para o fim da temporada esportiva de 2020".

"Tomamos essa decisão em conjunto com Sebastian e acreditamos que é a melhor solução para ambas as partes. Não foi um passo fácil, dado o valor de Sebastian, como piloto e como pessoa. Não havia razão específica para essa decisão, mas a observação comum e amigável de que chegou a hora de continuar nossa jornada em diferentes caminhos para perseguir nossos respectivos objetivos", comentou o chefe da Ferrari, Mattia Binotto.

"Vettel já entrou na história da escuderia, com 14 GPs conquistados, ele é o terceiro piloto mais vitorioso e já é o que obteve o maior número de pontos no campeonato. Quero agradecer a Sebastian por seu grande profissionalismo e humanidade mostrada nestes cinco anos, nos quais compartilhamos muitos momentos importantes. Juntos, ainda não conseguimos conquistar um título mundial, que seria o quinto dele, mas estamos convencidos de que nesta temporada anômala de 2020 ainda seremos capazes de tirar muita satisfação", concluiu Binotto.

O alemão de 32 anos de idade também falou sobre o seu divórcio da Ferrari.

"Nesta decisão comum, nenhum aspecto econômico entra em jogo: não é o meu modo de pensar ao fazer certas escolhas e nunca será. Neste esporte, para poder obter o máximo, você precisa estar em perfeita harmonia e com a equipe, e percebi que não há mais uma vontade comum de continuar juntos. Desejo todo o sucesso que a Ferrari merece. Finalmente, quero agradecer a toda a família Ferrari e, acima de tudo, os seus fãs em todo o mundo pelo apoio que me deram ao longo dos anos", disse Vettel.

Em um post em seu perfil no Instagram, o piloto da Ferrari, Charles Leclerc, se despediu de Vettel.

"Foi uma grande honra para mim ser seu companheiro de equipe.Tivemos momentos de tensão, mas eu nunca aprendi tanto. Houve momentos muito bonitos e outros que não foram como queríamos, mas sempre houve respeito, mesmo que talvez não tenha sido percebido de fora. Obrigado por tudo, Seb", escreveu o monegasco.

O alemão desembarcou na Ferrari em 2015, no lugar do espanhol Fernando Alonso. Em cinco temporadas no time de Maranello, Vettel disputou 111 GPs e venceu 14 com 12 pole positions. Ele ainda foi vice-campeão do campeonato de pilotos em 2017 e 2018, ambos os casos atrás de Lewis Hamilton, da Mercedes.

Antes de chegar à Ferrari, Vettel conquistou quatro títulos mundiais consecutivos de 2010 a 2013 dirigindo uma Red Bull.

Loading...
Revisa el siguiente artículo