Apesar de pandemia, Belarus mantém campeonato de futebol

Por Metro Jornal

Quando alguma coisa sem noção acontece, lá está o bom e já velho jargão da internet para complementar: “Tá na Disney?”. Claro que mais do que nunca, a expressão fica só no campo da brincadeira, já que o mais famoso dos parques de diversão do mundo está com os portões fechados. Diferentemente dos estádios de futebol de Belarus.

Lá no país do leste europeu o campeonato nacional de futebol continua a todo vapor, mesmo com a pandemia mundial do novo coronavírus. A Vysshaya Liga, como se chama o torneio, tem como time mais conhecido o BATE Borisov, que de vez em quando aparece na Liga dos Campeões.

Sim, a federação do país é uma das 55 filiadas à Uefa e a única que mantém a bola rolando apesar de todos os pesares. A liga, que se encaminha para a 5ª rodada, começou exatamente no dia 19 de março, logo depois de diversos campeonatos mundo afora serem paralisados.

“O mundo ficou maluco com o coronavírus e essa psicose aleijou as economias nacionais. É melhor morrer de pé do que viver de joelhos”

Alexander Lukashenko, presidente de Belarus, sobre a pandemia

Mas não pense você que está tudo como dantes no quartel de Abrantes. Há restrições e novos procedimentos para os guerreiros que marcam presença média de 1,2 mil por partida.  Para entrar nos jogos, o torcedor precisa passar álcool em gel nas mãos e tem sua temperatura medida junto da revista.

De acordo com o último registro da OMS (Organização Mundial da Saúde), o país de pouco mais de nove milhões de habitantes registrava 8.022 casos confirmados e 60 mortes. Tanto a OMS, como a Uefa e própria Fifa já se manifestaram pedindo a paralisação.

Só que a posição dos políticos do país, em especial do presidente Alexander Lukashenko, vai na contra-mão dessa “psicose” que se tornou a pandemia e estimula a manutenção de eventos – escolas, igrejas e todo o resto funcionam normalmente. “Não há vírus nenhum aqui, não estou vendo. Isso tudo é uma bobagem absoluta. Vá a sauna e depois lave as mãos com vodka, além de beber uns 100ml. Além disso, o trabalho vai curar todo mundo que precisar”, disse.

Loading...
Revisa el siguiente artículo