Corinthians recebe Guaraní no Itaquera e tenta se livrar de fantasma paraguaio

Por Metro Jornal

Depois da derrota por 1 a 0 no Paraguai para o Guaraní no jogo de ida da segunda fase da pré-Libertadores, memórias de dois fracassos no torneio estão presentes na cabeça dos corintianos. Uma delas é a queda também na fase preliminar para o Tolima-COL, em 2001, e a outra, a eliminação para o próprio time paraguaio, já nas oitavas de final, em 2015.

Mas se parte da torcida está apreensiva, o técnico do Corinthians, Tiago Nunes, e seu grupo sabem o que precisam fazer quando a bola rolar para a volta contra o Guaraní esta noite, às 21h30, em Itaquera, para seguir adiante. Como perdeu por 1 a 0, o alvinegro precisa vencer por dois ou mais gols de diferença. Se ganhar pelo placar mínimo, a decisão será nas penalidades.

Veja também:
Mostra de animes japoneses exibe clássicos no CCBB, em São Paulo
Com sucesso de ‘Parasita’, novo cinema coreano ganha mostra no CCSP

Para o ídolo Cássio, uma eliminação nem é uma hipótese: “Sou um cara positivo, penso para frente. Não cheguei até aqui pensando negativo. Vamos fazer um grande jogo para buscar a classificação. Ninguém aqui está pensando em sair da Libertadores.”

Para isso, o goleiro conta com o apoio dos torcedores que forem à arena. “Acredito que o Guaraní venha fechado, até pela postura deles lá, quando tentaram explorar o contra-ataque. Vamos nos ajudar e fazer um caldeirão junto com a torcida para buscar a classificação”, declarou.

O meio-campista Cantillo foi outro que falou sobre a partida. Para o colombiano, o importante é o time manter os nervos no lugar: “Com o apoio da nossa torcida e bom futebol, vamos buscar abrir espaços pelos lados. Não podemos nos desesperar. Vamos com calma, pensando bem no que fazer. Temos que ser precavidos e inteligentes.”

A expectativa é de que o Timão inicie a partida com: Cássio; Fagner, Pedro Henrique, Gil e Sidcley; Camacho, Cantillo; Pedrinho, Luan e Janderson; Boselli.

Loading...
Revisa el siguiente artículo