Goleiro Jean, reserva do São Paulo, é preso em Orlando acusado de agredir esposa

Por Rádio Bandeirantes com Estadão Conteúdo

O goleiro Jean Paulo Fernandes, reserva do São Paulo, foi preso na manhã desta quarta-feira (18) em Orlando, nos Estados Unidos. Ele foi acusado num vídeo pela própria mulher de tê-la agredido.

Já foi aberta uma ficha dele no Departamento de Correções do Condado de Orange, na Florida. Milena Bemfica, acusou o marido de agressão nesta quarta, em uma sequência de vídeos publicados no Instagram e logo depois apagados.

Jean Paulo Fernandes - reserva São Paulo - ficha criminal Orlando Ficha policial de Jean Paulo Fernandes nos Estados Unidos / Reprodução/Orange County Government Florida

Ela aparece com o rosto inchado e afirma que apanhou do jogador após um desentendimento durante a viagem de férias do casal para Orlando, nos Estados Unidos. "Eu estou aqui em Orlando e olha o que o Jean acabou de fazer comigo. Jean acabou de me bater. Gente, socorro! Olha para isso, gente. Jean, goleiro do São Paulo, olha o que ele fez comigo. Eu quero justiça, eu quero justiça!", disse Milena.

Veja também:
Câmara dos EUA vota impeachment de Trump nesta quarta
Quase 9 milhões de brasileiros foram vítimas de golpes no WhatsApp

A mulher do jogador afirma que gravou o vídeo trancada no banheiro, para evitar que fosse novamente agredida. Em outro vídeo, é possível notar que enquanto Milena gravava a acusação, era possível ouvir ao fundo uma voz masculina.

Jean Paulo Fernandes - reserva São Paulo - denúncia esposa Esposa em publicação no Instagram em que denuncia agressão / Reprodução/Instagram

Logo depois, Milena divulgou a captura de tela de uma conversa que teve com o jogador após a divulgação dos acusações. No diálogo, Jean faz uma ameaça. "Parabéns. Terminou com a minha carreira. E suas filhas vão passar fome", disse o goleiro.

Milena apagou os vídeos e depois publicou um outro vídeo para avisar que estava bem e na companhia das filhas. "Depois vou me pronunciar. Estou incomunicável", disse. A reportagem entrou em contato com a assessoria de imprensa do atleta para questionar sobre a acusação, mas ainda não obteve retorno.

Em nota oficial, o São Paulo afirmou que vai aguardar a apuração do caso para avaliar uma possível punição. "O São Paulo Futebol Clube informa que acompanha o caso envolvendo o atleta Jean Paulo Fernandes Filho e aguarda apuração dos fatos para definir as medidas cabíveis. Em seus quase 90 anos de existência, o São Paulo construiu uma história pautada por princípios sólidos de conduta dentro e fora de campo, e não abre mão deles", diz o texto.

Conteúdo Patrocinado
Loading...
Revisa el siguiente artículo