Balotelli fala sobre insultos racistas: 'Não é mais sobre futebol'

Por Ansa

Em um desabafo nas redes sociais, o atacante Mario Balotelli afirmou nesta segunda-feira (4) que os racistas devem ser "erradicados" do futebol.

Na mensagem, o jogador do Brescia chamou os responsáveis pelas ofensas de "pessoas ignorantes" e alertou que o tema "não se trata mais de futebol".

"Ouçam, meus amigos, isso não é mais sobre futebol. Vocês estão tratando de uma situação social e histórica muito maior do que vocês, pessoas de mente pequena. Vocês estão perdendo. Acordem, povo ignorante. Mas quando Mario [Balotelli] marca e ainda garante que marcará gols para a seleção da Itália, está tudo bem?", escreveu o atleta de 29 anos.

Em uma entrevista à emissora "Radio Cafè", o chefe de uma organizada do Verona, Luca Castellini, afirmou que Balotelli "nunca será totalmente italiano" e achou que a reação do jogador do Brescia foi uma "palhaçada".

O caso aconteceu durante a partida entre Hellas e Brescia, no domingo (3). Na etapa final, quando o time da casa vencia por 1 a 0, Balotelli pegou a bola com as mãos perto da bandeirinha de escanteio e a chutou na direção da arquibancada.

Na sequência, o atacante ameaçou sair de campo e se dirigiu para os vestiários, mas foi convencido por companheiros e adversários. Vídeos feitos na arquibancada e divulgados nas redes sociais mostram diversos torcedores do Verona imitando macacos quando Balotelli pega na bola.

Conteúdo Patrocinado
Loading...
Revisa el siguiente artículo