Terceiro advogado a assumir defesa de mulher que acusa Neymar de estupro deixa o caso

Por Metro Jornal, com Estadão Conteúdo

Mais um advogado de Najila Trindade, a mulher que acusa Neymar de estupro, deixou o caso. Desta vez, Danilo Garcia de Andrade, o terceiro a trabalhar com a modelo, teria tido um desentendimento com ela após ser acusado de dar sumiço no tablet que teria a continuação de um vídeo dela com o jogador.

Segundo a modelo, seu apartamento teria sido arrombado e, nessa invasão, o tablet que teria provas contra Neymar desapareceu. Durante uma reunião com o advogado, ela teria dito que encontrou a localização do dispositivo, a partir de um mecanismo de busca, e este estaria no escritório de Danilo.

"A cliente tem uma postura repentina e totalmente contrária à ética e ao bom senso e até à verdade nesse caso, a respeito do arrombamento e desse tablet estar de minha posse", disse.

O advogado aguardava que Najila entregasse mais provas para ajudar na investigação, incluindo o vídeo de sete minutos – apenas 66 segundos desse material são de conhecimento dos investigadores. Nesta segunda (10), Danilo compareceu à 6ª Delegacia de Defesa da Mulher para notificar que sua cliente não havia entregado o restante do vídeo.

Inicialmente, o representante da modelo era José Edgard Bueno, com quem teve um desentendimento sobre a estratégia no caso. Eles romperam antes mesmo do Boletim de Ocorrência ser feito. Logo depois, a escolhida foi a advogada Yasmin Portela Abdalla, que foi substituída por Danilo na última semana.


Conteúdo Patrocinado
Loading...
Revisa el siguiente artículo