Faltam 100 dias para a abertura da Copa América! Veja a preparação para o evento

Por Estadão Conteúdo

O Comitê Organizador entra nesta quarta (6) em contagem regressiva para a disputa da Copa América, faltando 100 dias para o pontapé inicial do evento. A competição retorna ao Brasil após 30 anos. A abertura será no dia 14 de junho, no estádio do Morumbi, em São Paulo, entre Brasil e Bolívia. A final está programada para ocorrer em 7 de julho, no estádio do Maracanã, no Rio de Janeiro.

Até o momento, mais de 300 mil ingressos já foram vendidos antecipadamente. Sete partidas estão com bilhetes esgotados. "Mas temos a previsão de uma nova fase para o público e com ingressos novamente para todos os 26 confrontos da disputa", explicou Agberto Guimarães, diretor de operações do Comitê Organizador no Brasil.

Os duelos nos quais os bilhetes foram todos comprados são as três partidas do Brasil na primeira fase (contra Bolívia e Peru, em São Paulo, e diante da Venezuela, em Salvador), o confronto entre Argentina e Colômbia (também em Salvador), a partida entre Chile e Uruguai (no Rio de Janeiro), as quartas de final na Arena Corinthians, na capital paulista, e a final.

Leia mais:
Mancha Verde é a campeã do desfile de Carnaval em São Paulo pela primeira vez
WhatsApp libera atualização com nova forma de adicionar contatos e inédita barra de emojis

"Ainda estamos na fase dois da venda de ingressos e o número é superior à nossa expectativa. Também não iniciamos ainda a venda de ingressos de hospitalidade, quando empresas poderão comprar pacotes, ou seja, quantidades maiores de ingressos", afirmou Agberto Guimarães. "Temos muito trabalho pela frente. Passado o sorteio e o anúncio da segunda fase de venda de ingressos, estamos em processo de conclusão do Programa de Hospitalidade e da definição dos Centros Oficiais de Treinamento dos times", continuou o diretor de operações, referindo-se ao local que as seleções vão ocupar durante o torneio.

Ao contrário da Copa do Mundo de 2014, quando as equipes definiram sedes fixas e se deslocavam para as partidas e depois retornavam para o seu CT, durante a competição continental as seleções vão circular entre as cinco sedes (São Paulo, Rio de Janeiro, Belo Horizonte, Porto Alegre e Salvador) sem voltar para "casa".

Na véspera dos jogos, existe a obrigatoriedade de cada seleção realizar um treino de reconhecimento do estádio. Por isso, cada equipe ficará em um CT por dois ou três dias apenas. Isso faz com que a logística seja mais dinâmica e organizada. No caso do Brasil, o elenco do técnico Tite vai utilizar os campos de São Paulo, Palmeiras e Vitória antes de seus compromissos oficiais.

"Os preparativos para a Copa América estão dentro do planejamento feito desde que o Comitê Organizador Local foi constituído em fevereiro do ano passado. Faremos uma grande celebração do futebol sul-americano, oferecendo conforto e segurança aos torcedores, com estádios modernos, e toda a infraestrutura e organização necessárias para que os atletas possam brilhar", defendeu Agberto Guimarães.

Com a presença de 12 seleções, sendo que Japão e Catar vão participar como equipes convidadas, a Copa América não terá investimento público para a sua realização. O Comitê Organizador não confirma os valores de orçamento, mas estima-se que deva ficar abaixo de US$ 100 milhões (R$ 377,6 milhões). Recentemente, as empresas Brahma, TCL e Mastercard foram anunciadas como patrocinadores oficiais. Outra fonte de recursos será a venda de ingressos para as partidas.

"O Comitê Organizador trabalha com um orçamento enxuto e com a lógica da eficiência no uso desses recursos 100% privados. Nosso orçamento é fruto da receita gerada pela venda de ingressos e de recursos de direitos de TV e patrocínios", lembrou Agberto Guimarães. Ele diz também que em breve novas parcerias serão anunciadas, o que deve ajudar no caixa do torneio. Por isso, a expectativa do Comitê Organizador é grande para o evento. A contagem para o início dos jogos já começou.

Conteúdo Patrocinado
Loading...
Revisa el siguiente artículo