Como um único tênis rasgado gerou uma crise na Nike

Por Metro Jornal

Na madrugada desta quinta-feira, 21, um jogo de basquete universitário teve um perdedor que não foi um dos times, mas a gigante Nike.

Os times da Duke University e da University of North Carolina (UNC) se enfrentavam em uma partida que até o ex-presidente norte-americano, Barack Obama, estava presente. As duas universidades são grandes rivais, e a antecipação para o jogo era grande.

Uma das grandes apostas do jogo era Zion Williamson, jovem atleta da Duke, que havia se destacado anteriormente. Ele começou em quadra, enquanto nomes como Spike Lee – diretor indicado ao Oscar – e Ken Giffrey Jr. – lenda do beisebol americano – chegavam na plateia.

No entanto, menos de um minuto após o apito inicial, o tênis Nike branco e azul de Williamson simplesmente explode em seu pé, com toda a sola destacando-se do restante do sapato, que sai quase completamente do lugar.

O acidente fez com que Williamson deixasse a quadra e cambaleasse até o vestiário. Mais tarde, seria revelado que ele havia machucado seu joelho durante o ocorrido.

Com a partida sendo transmitida ao vivo, logo todo o país comentava sobre o que aconteceu. E a culpa caiu, instantaneamente, na empresa cujo logo estava no tênis destruído: a Nike.

Inúmeros fãs do esporte, comentaristas, jornalistas e até outros atletas comentaram o jogo nas redes sociais, principalmente no Twitter. O vídeo do tênis rasgando foi republicado diversas vezes.

Zion Williamson era uma das apostas da Nike para este ano, e a marca tinha planos de assinar uma parceria milionária com o atleta.

A estrela do basquete LeBron James também falou sobre o caso no Twitter:

Investidores também demonstraram seu desapontamento com o fiasco da Nike. Após o jogo, as ações da empresa caíram em torno de 2%.

Conteúdo Patrocinado
Loading...
Revisa el siguiente artículo