Aranhaverso: Anderson Silva retorna ao UFC após segunda suspensão por doping

Por Wilson Dell’Isola - Metro São Paulo

Depois de cumprir a segunda suspensão por doping, Anderson Silva retorna ao UFC deste domingo (10) para encarar o nigeriano Israel Adesanya, invicto até aqui. Spider quer provar que, aos 43 anos, está pronto para retomar cinturão dos médios.

O jovem aranha

Anderson Silva fez sua estreia no MMA profissional com 22 anos, finalizando seu adversário no 1º round, no extinto Brazilian Freestyle Circuit. Depois ainda passou por Meeca e Shooto, onde conquistou seu primeiro cinturão, antes de chegar ao Pride, em 2002.

Na organização japonesa, porém, não conseguiu ter muito sucesso, com apenas 3 vitórias e 2 derrotas. Já no Cage Rage, em 2004, o Spider chegou tomando o cinturão de Lee Murray. E voltou ao Pride para perder para Ryo Chonan. No Rage Cage, porém, continuou atropelando, o que o levou para o UFC.

Aranha-rei

A estreia no UFC foi em junho de 2006, com nocaute em Chris Leben aos 49 segundos. Uma entrada descomunal na organização. Em outubro, com um festival de chutes, socos e cotoveladas, passou por cima de Rich Franklin, campeão dos pesos-médios, para iniciar seu reinado no UFC. Dali foi derrubando rivais um a um. O adversário em agosto de 2009 seria o ex-campeão Forrest Griffin. Que não encontrou o brasileiro na luta.

O Spider abaixava a guarda, se esquivava. Depois de derrubar Griffin, ainda o ajudou a se levantar para, em seguida, aplicar um nocaute com um jab. Os fãs se empolgavam cada vez mais com suas exibições irreverentes. Quem esquentou a rivalidade foi Chael Sonnen, com provocações. E o falastrão pagou a língua levando um triângulo em 2010. Era o auge do campeão, que fez 12 defesas do cinturão. Até que chegou a “luta do século”, com Vitor Belfort, em fevereiro de 2011. Resolvida com um chute frontal que fez o Fenômeno desabar. Foi a partir desse momento que o Spider ganhou o reconhecimento que lhe faltava: o dos brasileiros.

  • Cartel no UFC
    34 vitórias (22 por nocaute, 4 por finalização e 8 por decisão dos juízes)
    8 derrotas
    1 ‘no contest’
  • Forrest Griffin
    Derrotado, o ex-campeão declarou que o Aranha ‘só perderia o dia que o UFC deixasse dois lutadores contra ele ao mesmo tempo.
  • Chael Sonnen
    O americano foi quem mais irritou o Spider: provocou o campeão, sua família e seu país. Na hora do vamos ver, porém, se deu mal.
  • Vitor Belfort
    Na ‘luta do século’, o Fenômeno foi para lona após levar no queixo um chute frontal de Anderson Silva.

Teia rasgada

Quem finalmente conseguiu provar que o Spider era afinal de contas humano foi Chris Weidman, em julho de 2013. Mantendo a postura de tentar desestabilizar o adversário, Anderson foi traído pela sua esquiva. Um segundo de descuido e levou um cruzado antes de ir paro chão. Ali acabava seu reinado de 17 lutas de invencibilidade. Depois disso nunca mais ele conseguiu se reerguer.

Em dezembro, ele ganhou a revanche, mas o que ficou foi a imagem da sua perna quebrada. Ele voltaria a lutar após pouco mais de um ano, com uma vitória burocrática diante de Nick Diaz. Só que o triunfo seria transformado em “no contest” depois de o ex-campeão ser pego no doping, o que lhe renderia um ano de suspensão. Ele retornou em 2016 e perdeu de Michael Bisping. Na última vez ao octógono, em fevereiro de 2017, anotou uma vitória que foi bastante contestada sobre Derek Brunson. Ele ainda retornaria em novembro daquele ano contra Kelvin Gaslun. Só que, 15 dias antes, novamente caiu no doping.

  • Chris Weidman
    Esse é um nome que o Spider jamais vai esquecer. Foi contra ele que perdeu o cinturão.
  • Lesão
    Na revanche com Weidman, a lesão mais feia e grave da carreira: fíbula e tíbia fraturadas. Ele levou um pouco mais de um ano para voltar a lutar.
  • Dopings
    Assim, no plural. O Aranha foi pego no doping duas vezes e recebeu um ano de suspensão em cada. Primeiro, pelo uso de drostanolona e androsterona. Depois, de metiltestosterona.

Bumerangue

É preciso admitir, Anderson Silva é um guerreiro. Ele perdeu de Weidman e voltou. Quebrou a perna e voltou. Foi pego no doping uma vez e voltou. Foi pego outra vez e vai voltar. Será na madrugada de amanhã para domingo (1h) no UFC 234, na Austrália.

Com todos os sucessos e os fracasso que envolvem o universo do Spider, ele sobe ao octógono aos 43 anos, depois de dois anos sem lutar, para encarar uma pedreira pela frente: o nigeriano Israel Adesanya, que ganhou as 15 lutas que fez no UFC. O Aranha chega como azarão. Mas quem poderia subestimar seus poderes?

  • Anderson Silva
    Altura: 1,88
    Peso: 83,9 kg
    Nascimento: 14/4/75 (43 anos) Cidade: São Paulo
  • Israel Adesanya
    Altura: 1,93
    Peso: 84 kg
    Nascimento: 22/7/89 (29 anos)

UFC 234

Melbourne, Austrália
Card principal
A partir de 1h de domingo

Robert Whittaker x Kelvin Gastelum
Israel Adesanya x Anderson Silva
Rani Yahya x Ricky Simon
Montana de La Rosa x Nadia Kassem
Jim Crute x Sam Alvey

Conteúdo Patrocinado
Loading...
Revisa el siguiente artículo