Mundial de Clubes: estas são as duas novas regras que entram em vigor nas semifinais que disputam River e Real Madrid

Por Rodrigo Almeida

Nesta terça-feira, River Plate e Al Ain deram o pontapé inicial para a fase semifinal do Mundial de Clubes da FIFA. Juntamente com a disputa de uma vaga na final da competição, serão testadas duas novas regras.

Segundo Zvonomir Boban, Vice-secretário Geral da FIFA, uma das mudanças é que agora os juízes podem pedir aos jogadores substituídos para sair em qualquer parte do campo.

Antigamente, o árbitro acelerava a substituição “escoltando” o jogador até a linha lateral, ação que muitas vezes retardava o jogo. A ação pretende acelerar as substituições durante a partida.

A outra regra a ser modificada é a do tiro de meta. Os jogadores de defesa agora podem entrar na área para receber um passe, diferente da regra atual, a qual diz que área deve estar vazia para a cobrança.

Os jogadores do time adversário, no entanto, devem continuar respeitando os limites da grande área, eles só poderão invadir o espaço caso a bola seja colocada em jogo e esteja em movimento.

Terceira regra foi rejeitada

Uma regra que chegou a ser discutida, mas segundo Boban foi rejeitada, era a mudança de fazer valer os cartões amarelo e vermelho para os treinadores. Atualmente, os treinadores são apenas repreendidos e, se necessário, expulsos.

Conteúdo Patrocinado
Loading...
Revisa el siguiente artículo