Jornalista Chico Lang lamenta morte precoce do filho: 'a ordem natural se inverteu'

Por Metro Jornal

O jornalista esportivo Chico Lang foi às redes sociais para lamentar a morte do filho, Paulo Lang, conhecido como Paulinho. O rapaz completaria 24 anos no próximo dia 16 de dezembro e cometeu suicídio na noite do último domingo, em São Paulo.

“Meus amigos. Paulinho morreu. A ordem natural das coisas se inverteu. Um pai enterrar um filho é antinatural e dói demais no corpo e na alma. Gostaria sinceramente que fosse ao contrário. Deu um fim à própria vida com 23 anos", escreveu o comentarista da Gazeta em uma foto em que o rapaz fazia uma careta.

"O dia mais feliz da minha existência foi quando ele nasceu, 16 de dezembro de 1994. O mais triste, quando faleceu, 9 de dezembro de 2018”, disse Chico.

O Boletim de Ocorrência confirma o “suicídio consumado” após a queda do sexto andar, de acordo com informações do UOL. O Corpo de Bombeiros afirma que recebeu chamada às 18h23, mas, ao chegar ao prédio em que Paulo morava, na Pompeia, o óbito já havia sido declarado por um médico que é vizinho da família.

“Ficam os bons momentos, os beijos carinhosos, o sorriso alegre e espontâneo, o abraço amigo, os cigarros cubanos, os bons vinhos, os debates políticos, filosóficos e psicológicos. E uma saudade imensa. Todo o resto é bobagem. Poder, dinheiro, inveja, ciúme, vaidade e cobiça. Que Deus o tenha. Amém”, completou o jornalista.

Conteúdo Patrocinado
Loading...
Revisa el siguiente artículo