Palmeiras diz que apoio de Felipe Melo a Bolsonaro não reflete posição do clube

Por Band.com.br

Após o jogador do Palmeiras Felipe Melo dedicar um gol ao candidato à Presidência da República Jair Bolsonaro (PSL), o time soltou uma nota, nesta segunda-feira, 17, esclarecendo o ocorrido.

No comunicado, o Palmeiras disse que "respeita qualquer posição política de seus atletas, empregados e colaboradores", mas que o posicionamento do volante "reflete, única e exclusivamente, uma manifestação particular, e não da instituição".

O caso ocorreu nesse domingo, 17, após partida contra o Bahia, pelo Brasileirão. Felipe Melo fez o gol de empate e dedicou a Bolsonaro, “nosso futuro presidente”. O candidato segue internado no Hospital após ser ferido com uma faca, no dia 6 de setembro, durante campanha em Minas Gerais.

Nas redes sociais, os torcedores se dividiram. Alguns apoiaram o gesto, mas outros condenaram a declaração e cobraram do Palmeiras um pronunciamento contra a manifestação.

Uma parcela ainda defendeu o direito do jogador de posicionar, ainda que não concordassem com a opinião do volante.

Confira nota completa do Palmeira:

"A Sociedade Esportiva Palmeiras vem a público esclarecer que o posicionamento político do atleta Felipe Melo reflete, única e exclusivamente, uma manifestação particular, e não da instituição.

O Palmeiras respeita qualquer posição política de seus atletas, empregados e colaboradores e ratifica a sua neutralidade nas questões políticas, partidárias, de crenças, religiões e quaisquer outras formas de manifestações pessoais."


Conteúdo Patrocinado
Loading...
Revisa el siguiente artículo