Maradona contra fake news: R$ 42 mil pelo nome do responsável pelo boato que estaria morto

Por Metro Jornal

O ídolo argentino Diego Maradona ofereceu recompensa de US$ 10 mil para quem ajuda-lo a encontrar os responsáveis por espalhar um áudio pelo WhatsApp afirmando que ele havia morrido após a partida entre Argentina x Nigéria na Copa do Mundo da Rússia, no dia 29 de junho, quando a Argentina enfrentou e venceu a Nigéria, na Copa do Mundo da Rússia, e se classificou para as oitavas.

O jogador não ficou nada feliz com o boato e disse que seus parentes e amigos ficaram muito preocupados. “Minha irmã me fez assobiar no telefone para saber que eu estava bem (…) Meu irmão, na Itália, meu sobrinho, nos Estados Unidos, se preocuparam… Notícia ruim é muito mais rápida do que a boa. A verdade é que estou bem. Faço exames periódicos”.

De acordo com o jornal argentino Clarín, o ex-jogador orientou o seu advogado para investigar e identificar os autores da "fake news".

Conteúdo Patrocinado
Loading...
Revisa el siguiente artículo