Com Neymar trintão, Brasil vai precisar rejuvenescer defesa para Copa de 2022

Por Portal da Band

Após a eliminação para Bélgica nas quartas de final da Copa da Rússia, a Seleção Brasileira já começa a planejar o próximo ciclo para o Mundial de 2022, quando não deve contar com alguns pilares das últimas campanhas, como Thiago Silva, Miranda, Marcelo e até mesmo Daniel Alves, que ficou fora do torneio por causa de uma lesão no joelho.

A zaga titular de Tite formada por Thiago Silva e Miranda foi o ponto forte da Seleção. No entanto, os dois dificilmente terão pique para mais um ciclo, já que estarão com 38 anos. Os laterais Daniel Alves e Marcelo também devem estar na lista de substituição. O jogador do PSG terá 39 anos enquanto o ídolo do Real 34.

Opções na Rússia, Filipe Luís (37 anos), Fagner (33 anos) e Pedro Geromel (37 anos) também não devem fazer o caminho para a disputa no Qatar. Danilo (30 anos) é o único do setor que pode sonhar com a continuidade.

No meio de campo, as mudanças devem passar pelas saídas de Fernandinho (37 anos), Paulinho (33 anos) e Renato Augusto (34 anos), ainda mais que para os ex-corintianos que devem continuar a carreira no futebol chinês.

Neymar terá 30 anos na competição no Catar, quando poderá ter a oportunidade de disputar a sua terceira (e última?) Copa. Depois da derrota para os belgas, o camisa 10 falou em “pior momento da carreira”, mas terá que deixar para trás o “menino Ney” para se tornar líder de uma geração que tem jovens promissores.

O craque ainda poderá contar com alguns remanescentes da última campanha. Alisson (30 anos), Ederson (29 nos), Marquinhos (28 anos), Casemiro (30 anos), Fred (29 anos), Douglas Costa (32 anos), Firmino (31 anos), Coutinho (30 anos) e Gabriel Jesus (25 anos) são nomes até agora incontestáveis.
Uma nova geração puxada por Arthur (Barcelona), Paquetá (Flamengo), Rodrygo (Santos/Real Madrid), Vinícius Júnior (Real Madrid), Malcom (Bordeaux), David Neres (Ajax) e Richarlison (Watford) pede passagem.

A defesa, que deve ser liderada por um já experiente Marquinhos, é o ponto crítico e vai precisar de mais testes. Rodrigo Caio (28 anos), Jemerson (29), Dedé (34) e Felipe (33) aparecem como opções. Na lateral-esquerdo, Alex Sandro (31) deve ganhar mais oportunidades.

Conteúdo Patrocinado
Loading...
Revisa el siguiente artículo