Viking brasileiro e torcedor russo misterioso assistirão ao jogo do Brasil juntos

Por band.com.br

O brasileiro que se tornou celebridade na Rússia, depois de aparecer num canal de YouTube, e o russo misterioso amuleto da torcida brasileira nas redes sociais se juntarão para acompanhar Brasil e Bélgica nesta sexta-feira, em Kazan.

Leia mais:
Depois do Canarinho Pistola, fizeram a coxinha do torcedor russo que virou meme; FOTO

No primeiro jogo do Brasil na Copa, contra a Suíça, o jornalista brasileiro Tomer Savoia vestiu um chapéu de chifres viking, uma peruca amarela e com euforia gritou: “O Brasil é campeão e a Rússia é do c…”. Foi o suficiente para viralizar na internet russa e se tornar um símbolo da Copa do Mundo.

Já em terras brasileiras, o russo Yuri Torski roubou a cena antes da partida contra o México pelas oitavas de final balançando a bandeira do Brasil com uma expressão misteriosa, e ganhou as redes sociais.

De olho no sucesso dos torcedores, uma marca de bebidas convidou os dois memes para se juntarem na torcida pela Seleção Brasileira, que luta pela vaga na semifinal da Copa do Mundo contra os belgas.

O russo, que mora em Samara, deixou sua cidade para ir até Kazan, onde acontece a partida. De carro, Torski viajará 300km para encontrar Tomer e os demais brasileiros que acompanharão o jogo nas arquibancadas.

Torcida organizada

O episódio com Tomer Savoia na Rússia garantiu ao brasileiro um status de celebridade. Além de ganhar comida, carona e cerveja, o jornalista foi entrevistado pelo Canal 1, um dos mais importantes no país, e virou amigo do famoso rapper russo G-Gun.

A imagem do torcedor caracterizado já estampa camisetas, bonés, bottons, adesivos e até tatuagens. Sim, uma russa tatuou o desenho do brasileiro em seu bumbum.

De quase 3 mil seguidores no Instagram, ele acumulou mais de 200 mil, em grande maioria russos. A influência é tão grande que ele já não precisa mais gastar dinheiro com nada, é simplesmente fazer um post em suas redes para divulgação.

A experiência de Tomer Savoia com a torcida vem de longe. Em 2015, o jornalista integrou o elenco do CQC, na Band, e tinha um quadro chamado “Torcida Organizada”, onde brincava com jogadores e torcedores. Confira uma reportagem no programa:

Conteúdo Patrocinado
Loading...
Revisa el siguiente artículo