Tite confirma Filipe Luís e diz que Marcelo ficará no banco por questão física

Por Estadão Conteúdo

Tite confirmou neste domingo (1) que Filipe Luís será o titular da lateral esquerda da seleção brasileira no duelo com o México, nesta segunda-feira, às 11 horas (de Brasília), em Samara, pelas oitavas de final da Copa do Mundo. O técnico optou por deixar Marcelo fora da equipe, pois ele ainda se recupera de dores na região lombar e pouco treinou nos últimos dias, o que provocou dúvidas sobre se ele teria as melhores condições físicas para suportar um confronto sob intenso calor.

Marcelo foi substituído do duelo com a Sérvia, na quarta-feira, logo nos minutos iniciais por causa de dores na região lombar. O lateral retomou a rotina de treinamentos no sábado, antevéspera do confronto com o México, o que levou Tite e seus auxiliares a serem cautelosos, o deixando como opção no banco de reservas contra o México, ainda mais que o confronto poderá ser decidido apenas na prorrogação.

Leia mais:
Messi tchau tchau tchau: essa deve ter sido a última Copa do Mundo do craque argentino
Mbappé é o 2º mais novo a fazer dois gols em jogo de Copa; o primeiro é o Pelé

"O técnico não pode colocar um jogador em uma situação dessas para enfrentamento. Ele veio para campo, quer participar, isso mostra sua responsabilidade, seu comprometimento com a equipe. É uma das lideranças. Eu disse isso a ele, porém o técnico não pode, em cima de 45 ou 60 minutos, colocá-lo em um jogo dessa característica. Não pagamos preço de saúde", disse o comandante, em entrevista coletiva.

Como esperado, Tite também confirmou que Fagner continuará sendo escalado na lateral direita, mesmo que Danilo esteja recuperado de uma lesão na região do quadril direito. Assim, o Brasil vai entrar em campo com a seguinte formação: Alisson; Fagner, Thiago Silva, Miranda e Filipe Luís; Casemiro, Paulinho e Philippe Coutinho, Willian, Gabriel Jesus e Neymar.

Na avaliação de Tite, Fagner está pronto para exibir uma grande atuação diante do México, mesmo tendo que encarar o desafio de marcar o meia-atacante Hirving Lozano, autor do gol do triunfo por 1 a 0 sobre a Alemanha, na rodada inicial da fase de grupos da Copa do Mundo.

"Nós procuramos ter uma equipe equilibrada, com criação e infiltração dos dois lados e coordenação de movimentos defensivos. O Fagner tem esse enfrentamento, é uma das características que ele tem. O um contra um de velocidade dele é de qualidade", elogiou o treinador, em entrevista coletiva.

Tite também revelou ter conversado com Danilo sobre a sua decisão. O jogador do Manchester City foi titular nos amistosos de preparação para a Copa e no confronto de estreia na Rússia, diante da Suíça, mas perdeu sua vaga após sofrer lesão na véspera do confronto com a Costa Rica e agora segue no banco por causa das boas atuações de Fagner.

"Falei ao Danilo antes do treino de hoje (domingo) sobre o critério. Ele vinha jogando bem, ficou dois jogos fora, o Fagner entrou muito bem e permanece. Permanece pelo desempenho nos dois jogos, de alto nível em dois jogos decisivos", acrescentou Tite.

E assim como Tite, o preparador físico Fábio Mahseredjian indicou preocupação com o calor que os jogadores de Brasil e México vão encarar no duelo de segunda em Samara. "A desidratação virá, não tem como evitar. Existem estratégias de pré-hidratação. Quando o atleta se desidrata, a queda de performance é proporcional", comentou.

Conteúdo Patrocinado
Loading...
Revisa el siguiente artículo