Conheça 'Bella, Ciao', canção que virou hino da torcida brasileira

Por Ansa

A histórica canção italiana "Bella, Ciao" virou hino da torcida brasileira na Copa do Mundo da Rússia, com versões e paródias que ganham cada vez mais fama nas redes socais.

A canção é considerada na Itália como o hino dos "partigiani", ou seja, da resistência contra o fascismo, Benito Mussolini e as tropas nazistas durante a Segunda Guerra Mundial.

Nos anos 1960, a música também foi usada como hino popular de manifestações de trabalhadores e estudantes da Itália e, mais recentemente, era cantada no governo do ex-primeiro-ministro Silvio Berlusconi como forma de protesto.

Até hoje, em celebrações do calendário italiano, a música é executada em várias cidades do país. Sua origem, porém, ainda não foi muito bem esclarecida.

Há quem sustente que ela tenha se baseado em uma canção cantada por camponesas da Emília-Romana no início do século 20.

No entanto, essa hipótese já foi desacreditada por especialistas, que alegam que ela é resultado de um conjunto de influências de músicas populares do norte da Itália.

Apesar de antiga e conhecida em vários países, sendo gravada até por Mercedes Sosa, "Bella, Ciao" se popularizou recentemente nas redes socais, quando apareceu na série espanhola "La Casa De Papel".

Agora, a canção já chegou à Rússia e conquistou os torcedores brasileiros, que cunharam paródias para provocar as seleções adversárias.

A primeira da torcida brasileira a viralizar nas redes sociais veio como uma provocação aos rivais da Argentina: "O Di María, o Mascherano, o Messi, tchau; Messi, tchau; Messi, tchau, tchau, tchau. E o argentino está chorando, porque esta Copa eu vou ganhar", diz a paródia, reunindo três dos ícones da seleção argentina desta Copa.

 

Conteúdo Patrocinado
Loading...
Revisa el siguiente artículo