Joachim Low coloca permanência como técnico da Alemanha em dúvida

Por Ansa

O técnico da Alemanha, Joachim Löw, colocou em dúvida sua permanência no cargo, após o vexame da eliminação na fase de grupos da Copa do Mundo de 2018, em uma chave com México, Suécia e Coreia do Sul.

"Obviamente, devo assumir a responsabilidade pelo que aconteceu", declarou o treinador. Ao ser questionado sobre sua permanência no comando da seleção alemã, respondeu: "preciso de algumas horas para entender. Não esperava uma derrota para a Coreia do Sul, estava otimista. Espero amanhã, haverá conversas".

Leia mais:
Atual campeã, Alemanha perde para a Coreia do Sul e cai na primeira fase da Copa
Sorriso de orelha a orelha: Veja cara dos sul-coreanos diante da eliminação da Alemanha

Löw renovou recentemente seu contrato até a Copa de 2022, mas vem sendo bastante questionado por suas escolhas para o Mundial de 2018, como a ausência do atacante Leroy Sané e a insistência no meia Mesut Özil.

"Jogi deixa seu futuro em aberto", destacou o tabloide "Bild" em seu site. Já a revista "Der Spiegel" chamou a eliminação de "desgraça histórica" e qualificou a atuação da Alemanha como "fraca". Löw, 58 anos, treina a seleção de seu país desde 2006 e ganhou a Copa de 2014 e a Copa das Confederações de 2017.

Conteúdo Patrocinado
Loading...
Revisa el siguiente artículo