O que a Argentina precisa para passar de fase hoje, contra a Nigéria

Por Metro Jornal

Cinco vezes eleito o melhor do mundo pelo inegável sucesso com a camisa do Barcelona, Messi ainda tem um grande peso a carregar nas costas: um título de relevância pela seleção da Argentina.

E hoje, no duelo contra a Nigéria, às 15h, é um dia crucial para ele brilhar e manter esse objetivo ainda em mente, já que um empate elimina os hermanos já na primeira fase. Neste Mundial, o camisa 10 esteve apagado. No primeiro jogo, empate em 1 a 1 contra a Islândia, perdeu um pênalti. Contra a Croácia, pouco tocou na bola e viu seu time levar um 3 a 0. Tudo está sendo feito para ter Messi “aceso”.

Anteontem, dia do aniversário dele, ganhou afago dos companheiros da seleção e do treinador. A mulher do craque, Antonella Rocuzzo, e os três filhos (Thiago, Mateo e Ciro) chegam hoje na Rússia para apoiar o capitão argentino.

O ídolo do país Diego Maradona também deu declarações de apoio a Lionel. Sampaoli deve mexer na equipe mais uma vez para tentar ajudar Messi. Sem divulgar a escalação, ele confirmou a troca do goleiro Caballero – que falhou feio contra a Croácia – por Armani e deu sinais de que os medalhões Rojo, Enzo Perez, Di María e Higuaín começam como titulares. “Estou seguro que amanhã [hoje] será a melhor versão da seleção da Argentina neste Mundial”, disse o técnico na coletiva de ontem.

Para se classificar, a Argentina precisa vencer o jogo de hoje e torcer contra a Islândia, que enfrenta a Croácia hoje, no mesmo horário. Uma vitória dos islandeses leva para os critérios de desempate. 

 

Conteúdo Patrocinado
Loading...
Revisa el siguiente artículo