Copa 2018: em jogo disputadíssimo, México vence a Alemanha por 1 a 0

Por Metro Jornal

O México surpreendeu a Alemanha neste domingo (17) de calor em Moscou. Com um futebol veloz e determinado, a equipe soube explorar os contra-ataques, segurou os atuais campeões do mundo e saiu de campo com uma excelente vitória por 1 a 0, em jogo disputado no estádio Luzhniki. É deste grupo que saem os adversários dos times da chave da seleção brasileira e, agora, já não há mais ninguém certo de quem vai enfrentar quem nas oitavas de final.

O jogo foi muito bom, em ritmo eletrizante, como os mexicanos presentes nas arquibancadas – eles foram a maioria absoluta. No primeiro tempo, a velocidade foi a maior arma da seleção do México. O time chamou a Alemanha para o seu campo, correu riscos, mas conseguiu explorar muito bem os contra-ataques durante os primeiros 45 minutos.

A primeira boa chance surgiu aos dois minutos, quando Vela fez ótimo lançamento pelo lado esquerdo da área alemã, Lozano deixou Kimmich no chão e bateu firme, mas Boateng se esticou todo e conseguiu mandar a bola para escanteio. A resposta da Alemanha veio um minuto depois, quando Muller esticou passe para Timo Werner, que passou nas costas de Gallardo e chutou cruzado, mas a bola passou raspando a trave esquerda.

Aos seis minutos, a Alemanha chegou de novo com perigo. Müller e Özil tentaram tabelar pelo lado esquerdo do campo, Salcedo travou mas a bola sobrou para Hummels. O zagueiro alemão arriscou para o gol, mas Ochoa defendeu bem, sem rebote.

Perto dos 15 minutos foi a vez de o México assustar. Guardado cobrou falta na pequena área e Moreno testou firme no meio do gol, para defesa firme do goleiro alemão. Um minuto depois, a Alemanha respondeu com perigo. Kimmich cruzou da ponta direita na segunda trave, Khedira não alcançou a bola e Ayala quase mandou para dentro do próprio gol.

A Alemanha chegou com perigo de novo aos 19, quando Kimmich encontrou Timo Werner dentro da área. Ele dominou, girou em cima de Ayala e bateu firme de esquerda, mas Ochoa, bem colocado, fez a defesa. O México foi com força para o ataque aos 25. Guardado partiu em velocidade e acionou Lozano na esquerda, ele invadiu a área e rolou para trás. Layún bateu colocado e a bola raspou o travessão.

Depois de muito lá e cá, os mexicanos saíram na frente do placar aos 34 minutos. Em rápido contra-ataque puxado por Layún, Lozano recebe de Chicharito na área pela esquerda, deu um corte seco em Hummels e bateu firme no canto direito de Neuer para fazer o gol, para explosão da torcida mexicana no Luzhniki.

A Alemanha quase empatou aos 38, em linda cobrança de falta de Kroos – a bola passou pela barreira, Ochoa resvalou e ela explodiu no travessão. Antes do intervalo, o México ainda perdeu mais uma boa chance. Mais uma vez Layún disparou em contra-ataque pela esquerda e tocou para Lozano, que encontrou Guardado na meia-lua da grande área. Ele encheu o pé e a bola passou rente à trave direita do goleiro Ochoa.

O segundo tempo continuou em ritmo acelerado. Logo aos dois minutos, Kimmich cruzou para a área, a zaga do México cortou muito mal e Plattenhardt chutou forte da entrada da área, mas o goleiro Ochoa defendeu mais uma. Aos sete, Kimmich foi acionado por Draxler na entrada da área, mas finalizou sobre o gol mexicano.

Aos nove, quase o empate alemão. Kroos disparou pela direita, Ozil recebeu a bola próximo a meia-lua e lançou na área pela esquerda. Draxler bateu de primeira, a bola explodiu em Salcedo e saiu tirando tinta da trave esquerda. Aos 19, Ozil lançou no bico da área pela direita, Boateng deu cavadinha para dentro da área e Kimmich tentou uma bicicleta, que saiu por cima do gol de Ochoa.

Aos 26, Boateng lançou na área pela direita, Marco Reus encheu o pé, mas a bola bateu no rosto de Gallardo e sobrou limpa para o alemão, que chutou forte por cima da meta do goleiro mexicano. A equipe do técnico colombiano Juan Carlos Osorio poderia ter definido a partida aos Chicharito Hernández disparou em contra-ataque, lançou na entrada da área, Layún passou por Hummels, mas bateu por cima do gol de Neuer.

O técnico alemão, Joachim Löw, tentou de tudo e mandou a campo Mario Gomez, Marco Reus e Julian Brandt para tentar o empate. Osorio respondeu tentando fechar ainda mais o México, com a entrada de Rafa Marquez, Alvarez e Jimenez. Aos 36, mais uma chance desperdiçada pelo México. Em rápido contra-ataque puxado por Gallardo, Layún foi lançado na entrada da área e entrou sozinho pela direito, mas bateu por cima do gol de Neuer. Dois minutos depois, Kroos foi acionado por Draxler na entrada da área, e bateu forte. Ochoa pulou no canto esquerdo e defendeu em dois tempos.

O jogo ficou eletrizante no final, Aos 43, Reus invadiu a área pela esquerda, bateu cruzado, Mario Gomez desviou no gol e Ochoa defendeu. No rebote, Mario Gomez tocou a bola para trás, Kimmich dividiu com Gallardo e a bola sobrou para Brandt, que bateu de primeira da meia-lua, mas a bola explodiu na trave esquerda.

Já nos acréscimos, o goleiro Neuer foi para a área para tentar o empate. Ele foi para a área em cobrança de escanteio quase aos 47, mas não havia mais tempo. O México dá um passou importante para avançar às oitavas de final e, quem sabe, evitar o Brasil já na primeira disputa eliminatória da Copa do Mundo

FICHA TÉCNICA

ALEMANHA 0 X 1 MÉXICO

ALEMANHA -Neuer; Kimmich, Hummels, Boateng e Plattenhardt (Mario Gómez); Khedira (Marco Reus), Kroos, Ozil, Muller e Draxler; Timo Werner (Brandt). Técnico: Joachim Löw.

MÉXICO – Ochoa; Salcedo, Héctor Moreno, Ayala e Gallardo; Guardado (Rafael Márquez), Herrera, Layún, Vela (Alvarez) e Lozano (Jimenez); e Javier Hernández. Técnico: Juan Carlos Osorio.

GOL – Lozano, aos 34 minutos do primeiro tempo.

ÁRBITRO – Alireza Faghani (Fifa/Irã).

CARTÕES AMARELOS – Hector Moreno, Hummels, Herrera.

PÚBLICO – 78.011 torcedores.

LOCAL – Estádio Luzhniki, em Moscou (RUS).

Leia mais:
Copa do Mundo: tabela para fazer download e acompanhar os jogos

Conteúdo Patrocinado
Loading...
Revisa el siguiente artículo