Copa 2018: com gol contra nos acréscimos, Irã vence o Marrocos por 1 a 0

Por Metro Jornal

Os 90 minutos antes de sair o gol foram duros de assistir. O jogo esquentou um pouco no segundo tempo no quesito jogadas violentas. Houve um princípio de confusão, quando o marroquino Ziyech e o iraniano Hajsafi ficaram se encarando. Pouco depois, o iraniano Amrabat foi a nocaute após choque de cabeça e precisou ser substituído. Do outro lado, o iraniano Omid teve as chuteiras do adversário marcadas em sua barriga em disputa de bola.

Vale lembrar que os países, fora de campo, romperam relações há pouco mais de um mês. Os marroquinos, muçulmanos de maioria sunita, acusam os iranianos, muçulmanos de maioria xiita, de terem facilitado a venda e remessa de armas para a frente Polisário, grupo político que busca a independência do Saara Ocidental – a região fica dentro do Marrocos.

As equipes mostraram que em comum mesmo está a falta de intimidade com a bola. Marrocos começou melhor a partida e chegou a ter 80% de posse nos dez minutos iniciais. A seleção iraniana se fechou atrás e contou também com a falta de qualidade técnica do adversário para não levar gols.

Logo aos dois minutos, o marroquino Ziyech deu uma bela furada dando indício do que viria por aí. A bola veio rolando de uma cobrança de escanteio e ele, livre, foi todo confiante, mas chutou o vento e caiu.

O zagueiro Benatia, da Juventus, principal estrela da seleção marroquina teve grande oportunidade após bate-rebate na área, mas chutou em cima do goleiro Beiravand. A partir daí, a seleção do Irã conseguiu equilibrar a partida e criou grande oportunidade no minuto final.

Em rápido contra-ataque, Azmoun avançou, se enrolou um pouco ao invadir a área e bateu rasteiro para defesa de El Kajoui. Azmoun é o principal jogador da equipe. Tem 23 anos é chamado por seus torcedores de "Messi iraniano".

No segundo tempo, de um lado, o marroquino Harit finalizou de canela e quase mandou a bola para a lateral. Do outro, o iraniano Karim errou completamente um lançamento da intermediária e mandou direto para linha de fundo.

A partida ficou truncada. Houve o choque de cabeça do iraniano Amrabat. Na sequência, Omid ficou no gramado após ter as travas da chuteira do adversário cravadas em sua barriga. Lance para empolgar o torcedor veio somente aos 34 minutos. Ziyech mandou a bomba de fora da área, e o goleiro iraniano espalmou para escanteio.

Nos acréscimos, após cobrança de escanteio do lado esquerdo, Bouhaddouz apareceu na primeira trave e desviou de cabeça para as redes. As duas equipes voltam a campo na próxima quarta-feira. Marrocos jogará contra Portugal, às 9h (de Brasília), em Moscou e o Irã enfrentará a Espanha, às 15h, em Kazan.

FICHA TÉCNICA:

MARROCOS 0 x 1 IRÃ

MARROCOS – El Kajoui; Hakimi, Benatia e Saiss; Ziyach, El Ahmadi, El Kaabi, Bousoufa e Harit; N. Amrabat (S. Amrabat), El Kaabi (Bouhaddouz) e Belhanda. Técnico: Hervé Renard.

IRÃ – Beiravand; Ramin, Cheshmi e Pouraliganji; Omid (Montazeri), Hajisafi, Karim e Shojaei (Taremi); Jahanbakhsh (Ghoddos), Azmoun e Amiri. Técnico: Carlos Queiroz.

GOL – Bouhaddouz (contra), aos 49 minutos do segundo tempo.

ÁRBITRO – Cakir Cuneyt (TUR)

CARTÕES AMARELOS – Shojaei e Jahanbakhsh (Irã) e El Ahmadi (Marrocos).

PÚBLICO – Não informado.

LOCAL – Arena Zenit, em São Petersburgo, em São Petersburgo.

Leia mais:
Copa do Mundo: tabela para fazer download e acompanhar os jogos

Conteúdo Patrocinado
Loading...
Revisa el siguiente artículo