Em dia de calor intenso, Brasil treina e sobra tempo para dar ovada nos jogadores

Os jogadores deram ‘ovadas’ no lateral Fagner (chão), que completou 29 anos segunda, e no meia Philippe Coutinho (alto, à esq.), que fez 26 nesta terça-feira

Por METRO com band
Selo Copa 2018 Arte / Metro Jornal

O primeiro treino da Seleção Brasileira em Sochi, na fase final de preparação para a Copa do Mundo da Rússia não exigiu esforço dos titulares do técnico Tite. Ontem, no Estádio Slava Metreveli, os jogadores que começaram jogando o amistoso contra a Áustria no último domingo, em Viena, participaram apenas de um leve trabalho físico.

Já os reservas de Tite tiveram que se esforçar um pouco mais. Enquanto o treinador mais observava a atividade, os seus auxiliares comandaram um trabalho de ataque contra defesa e que também envolveu os três goleiros à disposição do técnico, incluindo o titular Alisson.

Calor

O treino desta terça-feira foi aberto ao público em virtude de uma exigência da Fifa, que exige a realização de um trabalho desse tipo durante a fase preparatória para a Copa do Mundo, sendo que o dia é feriado no país – Dia da Rússia. Mais de quatro mil pessoas aproveitaram para acompanhar o treinamento da arquibancada, sob temperatura que chegou a 27ºC e céu azul.

“Clima perfeito. Sol, a gente fica feliz com o carinho da torcida e agradece. Está tudo maravilhoso e nos conformes”, afirmou Neymar, após o treinamento.

A equipe dirigida por Tite voltará a trabalhar hoje, em mais uma etapa da preparação para a estreia na Copa, domingo, diante da Suíça, em Rostov-do-Don.

Conteúdo Patrocinado
Loading...
Revisa el siguiente artículo