Quanto será o prêmio para o campeão da Copa 2018

Por Metro Jornal
selo metro na copa Arte / Metro Jornal

A Copa do Mundo na Rússia está para começar e ainda é difícil de arriscar quem será o campeão. Mas uma coisa já se sabe: a bolada vai ser grande. O Mundial em 2018 dará um total de US$ 400 milhões (R$ 1,41 bilhão pela cotação deste início de maio) em prêmios, 12% a mais do que os US$ 358 milhões pagos em 2014. Mesmo aqueles que não conseguirem passar da fase de grupos devem embolsar um prêmio suculento.

Em 2014, a Fifa deu US$ 35 milhões (cerca de R$ 124 milhões pela cotação atual) à tetracampeã Alemanha. Agora, a expectativa é de que o "bolinho" aumente para US$ 40 milhões (R$ 141 milhões)

No Mundial disputado aqui no Brasil, que bateu todos os recordes de renda para a Fifa, as 31 seleções "perdedoras" dividiram a modesta fortuna de US$ 323 milhões (aproximadamente R$ 1,1 bilhão).

Mas não é de hoje que a premiação é inflacionada. Segundo o jornal "O Estado de S.Paulo", em 2002, no Japão e na Coreia do Sul, o Brasil ganhou "apenas" US$ 8 milhões (R$ 28 milhões) pela conquista do penta, valor que se paga atualmente para aquelas equipes que sequer passam da primeira fase.

Em 2006, na Alemanha, o valor do prêmio à tetracampeã Itália saltou para US$ 20 milhões (R$ 70 milhões). Em 2010, na África do Sul, a Espanha recebeu US$ 30 milhões (R$ 97,3 milhões) pelo seu primeiro título.

Conteúdo Patrocinado
Loading...
Revisa el siguiente artículo