Como o Liverpool goleou na Liga dos Campeões; Roma ainda vive na competição?

Por band.com.br

Mohamed Salah foi o grande nome do Liverpool na semifinal da Liga dos Campeões contra a Roma nesta terça-feira, 24, em Anfield Road. O atacante egípcio marcou dois golaços, deu duas assistências e apareceu em todos os cantos na vitória dos Reds por 5 a 2.

Apesar da importância dos gols, Salah não comemorou. Ele atuou pelo rival italiano entre 2015 e 2017 e preferiu não se manifestar após vencer o goleiro brasileiro Alisson. Na atual temporada, o egípcio já marcou 43 vezes.

O duelo começou com a Roma tentando pressionar os donos da casa. A primeira chance real de abrir o placar foi dos visitantes com Kolarov, que soltou uma bomba de perna esquerda de fora da área. Karius espanou na hora da defesa e o travessão acabou salvando o Liverpool, que tinha perdido Oxlade-Chamberlain pouco tempo antes com dor no joelho.

Após o susto, os Reds começaram uma blitz que acabou em um golaço de Salah aos 35 min. O camisa 11 dominou na ponta da área e acertou o ângulo direito de Alisson. Dois minutos mais tarde, Lovren acertou o travessão depois de cobrança de escanteio.

No fim do primeiro tempo, o segundo gol saiu após bela jogada de Roberto Firmino, que deixou Salah na cara do gol. Ele tocou na saída do goleiro e fez a festa da torcida.

Depois do intervalo, a Roma até tentou esboçar uma reação, mas acabou castigada por mais um contragolpe letal aos 10 min. Salah recebeu lançamento de Arnold, invadiu a área e achou Mané, que após desperdiçar duas oportunidades, não perdoou e deixou a sua marca.

Faltava Roberto Firmino balançar as redes de Alisson. O atacante brasileiro fez o quarto após receber mais uma assistência de Salah e o quinto de cabeça depois de cobrança de escanteio de Milner.

Com a vantagem no placar, Jürgen Klopp tirou Salah de campo e acabou acordando a Roma, que diminuiu em 10 minutos. Dzeko aproveitou falha de Lovren e bateu na saída de Karius aos 35 min. O time italiano continuou em cima e marcou o segundo em cobrança de pênalti convertida por Perotti aos 39 min.

As duas equipes voltam a se enfrentar no dia 2 de maio no estádio Olímpico de Roma, na Itália. O Liverpool pode até perder por dois gols de diferença que estará na final da Liga dos Campeões dia 26 de maio em Kiev, na Ucrânia.

Conteúdo Patrocinado
Loading...
Revisa el siguiente artículo