Sanchez promete contratar dois atacantes e um meia para o Corinthians

Por Band.com.br

Após a conquista do título do Campeonato Paulista no último domingo, no Allianz Parque, diante do Palmeiras, o Corinthians pensa nos reforços para o restante da temporada. Segundo o presidente do clube, Andres Sanchez, o clube pretende contratar para pelo menos dois setores do time, de acordo com os pedidos feitos pelo técnico Fábio Carille.

“O Corinthians vai contratar dois atacantes e um meia”, disse o mandatário alvinegro em entrevista ao programa 90 Minutos, da Rádio Bandeirantes, de José Luiz Datena.

E os novos reforços estão próximos de serem contratados. “Devem chegar até o final da próxima semana”.
No entanto, ele descartou a possibilidade de trazer Jael, do Grêmio, e do venezuelano José Salomond. “Jael não interessa e o Salomond surgiu na imprensa e não estamos trabalhando. O meia Fessin, do ABC de Natal, interessa!”.

Sanchez está na expectativa de prorrogar o contrato de Emerson Sheik, que se encerra em maio.

“Ele merece por tudo o que vem fazendo e demonstrando. O Roberto de Andrade (ex-presidente) fez um contrato por cinco meses. Se o Carille e o jogador quiserem vamos tentar renovar até o final do ano e ai sim encerra a carreira”.

O presidente corintiano também falou sobre a novela da renovação do vínculo e Balbuena, que se encerra no fim do ano, mas que poderá assinar um pré-contrato com qualquer outra equipe.

“Tem tudo pra ficar, mas o Corinthians tem um limite. Ele tem o direito de pedir o que quiser. Nessa semana, pelas conversas, encaminhou bastante. Pode ser que resolva o mais rápido possível”.

Sanchez reiterou a vontade de Fabio Carille permanecer como técnico corintiano até o fim do seu mandato. “Ele está conosco há 10 anos. É a melhor pessoa do que treinador. Já disse, por mim ele fica até quando eu estiver aqui”

Palmeiras

Andres Sanchez “não se preocupa” com o julgamento no plenário do TJD, em que o Palmeiras vai tentar a anulação da final do Campeonato Paulista. “Não é a primeira vez que quarto arbitro interfere a favor ou contra o Palmeiras, Corinthians, Flamengo. O ruim é que o árbitro demorou muito tempo pra tomar a decisão. Esse é o grande problema”, ressaltou.

O mandatário alvinegro só lamentou o fato de o presidente do Verdão ainda estar reclamando do que aconteceu. “Perder um clássico não é nada fácil e em uma final ainda mais. Ele (Galiotte) tinha o direito de reclamar, protestar, mas a coisa está prorrogando muito e é um caminho sem volta. Fico triste com tudo isso. Já ganhei, perdi”, lembrou.

Sanchez também acabou com a polêmica que o Corinthians desrespeitou o Palmeiras, quando colocou adesivos do Timão no vestiário da final.

“Adesivamos sim, mas quando saímos tiramos tudo. Não foi falta de respeito. Não demos volta olímpica, pois só tinha torcedores do Palmeiras”, finalizou.

Conteúdo Patrocinado
Loading...
Revisa el siguiente artículo