Copa São Paulo de Combate Medieval leva legiões ao Pacaembu

Por Paulo Borgia/Metro Jornal

Armaduras completas que pesam 32kg, em média, espadas, escudos, elmos e golpes pelo corpo. A cena pode remeter há séculos atrás, mas ela é muito recente. Trata-se do Combate Medieval, um esporte reconhecido oficialmente uma década atrás.

O Brasil já tem seus representantes, divididos em dez grupos pelo país. Tem analista de sistemas, estudante, designers  ferreiro, entre outros profissionais, sem qualquer incentivo financeiro, que tiram do próprio bolso dinheiro para equipamentos que podem chegar a R$ 20 mil, além dos gastos com viagens, como a próxima, em maio, quando enfrentam os melhores do mundo no Mundial da categoria, que será realizado em um castelo de verdade, em Roma, na Itália.

O COMBATE

luta medieval

REGRAS

As regras do Combate Medieval são ditadas internacionalmente pela Associação Internacional de Combate Histórico Medieval, que exige armaduras e armas produzidas com inspiração nos equipamentos entre os séculos 12 e 17, além de ter uma referência histórica, sem misturar as histórias dos países originários. Os golpes são proibidos nos pés, articulações, nuca e cervical.

IRMÃOS PIONEIROS

Se o Brasil ainda engatinha no esporte, a Argentina é referência na América do Sul e organizou o primeiro evento regional em 2015. Tanto que nossos lutadores volta e meia disputam campeonatos por lá, como convidados. “Fizemos uma coalizão de clubes do Brasil, com equipamentos bem precários na época, e fomos cinco lutadores. Foi uma experiência incrível, um misto de alegria e medo, de saber quanto a gente ainda tinha para desenvolver. Perdemos as lutas, mas batemos de frente”, conta Carlos Souza, capitão do grupo Lobos de Guerra.

TEM LUTA!

No Brasil, o primeiro torneio oficial aconteceu
em Minas Gerais, em 2016.
No domingo, o Ginásio do Pacaembu recebe a Copa São Paulo, com expectativa de casa cheia. Além das lutas, o local terá eventos de arco e flecha, atrações musicais, jogos medievais para o público, mercado com itens medievais e, claro, muita comida e bebida. Os melhores lutadores serão escolhidos para representar o Brasil no Mundial que acontece mês que vem, na Itália.

Veja o vídeo:

Serviço
Copa São Paulo
de Combates Medievais
Domingo, a partir das 14h
Ginásio do Pacaembu
(pça. Charles Miller, s/nº)
De R$ 75 a R$ 180

Conteúdo Patrocinado
Loading...
Revisa el siguiente artículo