Corintianos ficam frustrados com domínio palmeirense em seleção do Paulistão

Por Estadão Conteúdo

Jogadores e diretores do Corinthians não aceitaram muito bem o fato de o Palmeiras ter dominado a seleção dos melhores do Campeonato Paulista, divulgada na segunda-feira. O clube rival contou com oito atletas no time ideal do Estadual, além do técnico Roger Machado e do goleiro Jailson ter sido eleito o craque da competição, algo que parece ter incomodado ainda mais.

Antes do início da festa, o meia Rodriguinho estava dando entrevista quando foi questionado sobre a possibilidade de o atacante Dudu ter sido eleito o craque do campeonato, informação que circulava nos bastidores da premiação e acabou não se confirmando. Visivelmente constrangido com a possibilidade, ele questionou um dos assessores de imprensa do clube e, logo em seguida, disse: "Mais uma decepção". Além de Rodriguinho, Balbuena foi o único atleta do Corinthians presente na festa.

Como a maioria dos vencedores não estavam presentes, a Federação Paulista de Futebol decidiu mudar o formato da premiação e não chamou os eleitos ao palco, algo que também chateou os corintianos, já que Rodriguinho, Balbuena e Gabriel Barbosa, do Santos, eram os únicos membros da seleção do Paulistão que estavam presente no evento.

Representaram o Corinthians, além de Balbuena e Rodriguinho, o presidente Andrés Sanchez, o diretor de futebol Duílio Monteiro Alves, o diretor adjunto de futebol Jorge Kalil, o gerente de futebol Alessandro Nunes, o técnico Fábio Carille, o preparador Walmir Cruz e o observador Mauro da Silva.

Quando o nome de Jailson foi anunciado como o craque da competição, Rodriguinho mais uma vez mostrou sua insatisfação. Ele virou na direção da mesa onde estava parte da diretoria corintiana e bateu palmas. Como consolo, o meia corintiano ganhou o prêmio de gol mais bonito, o que ele marcou contra o Palmeiras, na fase de grupos.

A votação dos melhores do Paulistão foi feita por jornalistas em processo encerrado antes da decisão entre Corinthians e Palmeiras. O time alviverde decidiu não enviar representantes ao evento de segunda-feira como protesto pela polêmica arbitragem do clássico realizado no último domingo, que teve o time alvinegro como campeão estadual ao vencer no tempo normal por 1 a 0 e depois por 4 a 3 nos pênaltis.

Conteúdo Patrocinado
Loading...
Revisa el siguiente artículo