Casa de Romário no Rio de Janeiro será demolida

Por Ansa

A Prefeitura do Rio de Janeiro publicou no Diário Oficial desta quinta-feira (15) uma autorização para a demolição de parte da casa do senador Romário na Barra da Tijuca.

Segundo um laudo da Secretaria Municipal de Urbanismo, Infraestrutura e Urbanização, parte do imóvel localizado em um condominio de luxo na Barra da Tijuca, na zona oeste da cidade, foi construída em área pública, ultrapassando o limite permitido.

Dois imóveis que pertenciam ao senador já foram leiloados.

Mas, sobre a casa que está prestes a ser demolida, e avaliada em R$ 6,4 milhões, ele nega ser o proprietário.

O imóvel ainda está no nome de Adriana Sorrentino, uma advogada que vendeu a casa ao senador, mas a compra acabou não sendo quitada.

Mas, segundo um vizinho, ele teria comprado a casa e, logo, iniciado uma reforma.

A obra ficou embargada desde dezembro de 2016, e intervenções continuaram sendo feitas.

"Parte da edificação destinada à edícula não é legalizável, tendo em vista que está sendo executada fora do limite do lote em questão, em área pública destinada a recuo", dizem as autoridades.

O senador teria acrescentado mais de 600 metros quadrados ao terrenoto. A casa tem um total de 1.575 metros quadrados, e ainda conta com um campo de futebol.

Conteúdo Patrocinado
Loading...
Revisa el siguiente artículo