Briga entre torcedores de Athletic e Spartak mata policial

Por Ansa

Um policial morreu ontem (22) durante uma briga generalizada entre os torcedores do Athletic e do Spartak Moscou, em Bilbao, na Espanha.

De acordo com a imprensa espanhola, o policial morto foi identificado como Inocencio Arias García, de 50 anos. Ele passou mal após alguns fogos de artifício serem atirados em sua direção pelos torcedores russos.

O policial chegou a ser levado para o hospital de Basurto, em Bilbao, mas, pouco depois de chegar ao local, sofreu uma outra parada cardíaca e não resistiu.

"Nossos mais sentidos pêsames à família e companheiros do agente morto. O Athletic mostra sua mais firme contrariedade à violência gerada em torno do futebol", escreveu o clube espanhol.

Durante toda a semana que antecedeu ao jogo entre Athletic e Spartak Moscou, as autoridades espanholas temiam um possível confronto de torcedores organizados. E o que os políciais estavam prevendo virou realidade. A confusão começou nos arredores do Estádio San Mamés, cerca de 30 minutos antes do início da partida entre ambas as equipes, válido pela Liga Europa. Segundo o jornal "Marca", mais de 200 russos iniciaram o confronto, lançando paus, garrafas de vidro e bolinhas de golf nos torcedores espanhóis.

Cerca de 600 policiais foram acionados para tentarem conter a confusão e, a partir daí, a batalha se intensificou. Diversos torcedores ficaram feridos e pelo menos cinco pessoas foram presas.

Em campo, após a confusão, o Athletic garantiu a sua classificação para as oitavas de finais da Liga Europa, mesmo após a derrota por 2 a 1. Na fase seguinte, irá enfrentar o Olympique de Marseille, da França.

Conteúdo Patrocinado
Loading...
Revisa el siguiente artículo