Gabigol celebra a volta ao Santos: 'Mais maduro'

Por Da AE

Confirmado como novo reforço do Santos nesta quinta-feira, o atacante Gabriel Barbosa, mais conhecido como Gabigol, comemorou seu retorno ao clube que o revelou para o futebol em 2013 e diz ter aprendido com sua passagem frustrada de um ano e meio na Europa.

"Passou muito rápido, né? Foi um tempo de aprendizado para mim. Estou muito feliz em voltar e poder vestir essa camisa. Esse meu amor pelo Santos vai ser eterno. Eu sou santista desde pequeno, e minha família também. Eles sabiam o quanto eu queria voltar para cá. Tem tudo para dar certo", afirmou o atacante ao site oficial do Santos.

"Volto muito diferente, mais maduro, e com mais experiência. Porém, sigo com a mesma raça e ambição de sempre. Agora vou continuar meu ciclo aqui no Peixe, fazendo gols e ajudando a equipe", completou.

Curiosamente, o atual presidente do Santos, José Carlos Peres, foi o grande responsável por trazer o atacante à equipe santista não só dessa vez, quando ajudou a conduzir a longa negociação com a Inter de Milão, mas também da primeira vez, em 2008, quando o mandatário indicou o nome da jovem promessa, que, na época, tinha 11 anos.

"Estou muito ansioso e empolgado para entrar em campo novamente, principalmente na Libertadores, que é um campeonato que sempre quis jogar. Quero ajudar, demonstrar meu carinho para essa torcida linda", disse o atacante.

O novo atacante santista ainda falou sobre a música que o homenageia e diz em um trecho: "Menino da Vila, santista e cruel, vai para cima, Gabriel!". "Essa música que fizeram ficará marcará sempre no meu coração. Eu sempre fui na Vila para cantar as letras dedicadas ao Robinho e ao Neymar. Ouvir uma música feita para mim é de arrepiar. Estou de volta, nação", comemorou.

Na primeira passagem pela Vila Belmiro, que durou de maio 2013 até a metade de 2016, Gabriel marcou 57 gols em 157 partidas. Sua melhor temporada com a camisa santista foi em 2015, quando fez 21 gols e foi eleito revelação do Campeonato Brasileiro daquele ano. Conquistou o Campeonato Paulista em 2015 e 2016, além da medalha de ouro olímpica nos Jogos do Rio-2016.

Agora, sob o comando do técnico Jair Ventura, ele tem a missão de ser ao lado de Bruno Henrique a principal referência ofensiva da equipe, enfraquecida pelas saídas de Lucas Lima e Ricardo Oliveira.

Conteúdo Patrocinado
Loading...
Revisa el siguiente artículo