Após desabafo de Lucas, técnico do PSG aconselha meia a 'procurar outro time'

Por Estadão Conteúdo

A situação do brasileiro Lucas parece cada vez mais insustentável no Paris Saint-Germain. Depois de manifestar seu desejo de deixar o clube em algumas oportunidades, o meia desabafou em entrevista ao jornal L'Equipe e manifestou toda sua chateação pelas poucas chances que vem tendo de mostrar seu futebol em campo nesta temporada.

"O choque é brutal. Estou muito chateado por não jogar mais, não poder mostrar meu futebol como fazia. Desde que cheguei a Paris, tinha uma média de 50 partidas por temporada, nem sempre como titular, mas conseguia contribuir vindo do banco. Neste ano, tudo mudou. Não estou feliz. Achei que tinha construído algo sólido neste clube, mas obviamente não é o caso", declarou.

A manifestação de Lucas não comoveu o técnico Unai Emery, que descartou dar mais oportunidades ao brasileiro. Pelo contrário, em entrevista coletiva concedida nesta terça-feira, o comandante do PSG aconselhou o jogador a buscar novos ares.

"Eu conversei com ele em muitos momentos nesta temporada. Com todo o respeito que tenho por ele, aqui não é uma opção para ele ter mais minutos em campo. A melhor coisa para ele seria procurar um outro time, porque é um grande jogador", disse o espanhol.

A situação de Lucas no PSG já está se transformando em uma novela e vem se arrastando pelas últimas semanas. O técnico Claudio Ranieri revelou que o jogador chegou a recusar uma proposta para atuar no Nantes. Recentemente, o também brasileiro Marquinhos se emocionou ao falar sobre o momento do amigo no clube.

"Eu sei que é parte do futebol, você tem que manter a cabeça erguida e continuar trabalhando. Isso é o que estou tentando fazer. Eu sei que Deus me ajudará, tenho fé. É por isso que tento sorrir e dar o melhor de mim ao treinamento", disse Lucas.

Conteúdo Patrocinado
Loading...
Revisa el siguiente artículo