Real Madrid rejeitou Coutinho e assinou em Alípio em 2008

Por Metro Jornal
Philippe Coutinho deve ser o próximo reforço do Barcelona - Catherine Ivill/Getty Images
Real Madrid rejeitou Coutinho e assinou em Alípio em 2008

As transferências de jogadores depende de diversos fatos, além do dinheiro. Em muitas ocasiões, os interesses esportivos, pessoais ou econômicos frustram um trabalho de campo feito por meses. E o caso de Philippe Coutinho é um deles. O brasileiro se tornará os próximos dias no segundo jogador mais caros do futebol, mas ele já foi rejeitado pelo Real Madrid de Ramon Calderón, que preferiu Alípio, em 2008, que está atualmente no Fortaleza.

Alípio tinha 16 anos de idade na época e foi considerado, pelo Real Madrid, um jogador mais interessante. O meia-atacante começou no Rio Ave, antes de ir para o Real Madrid C, de lá para o Benfica, para ser cedido ao América, Al Sharjah, sendo transferido Omonia, de lá para Apollon Smyrni, Luverdense, Vitória, Atlético-GO, Vila Nova-GO e atualmente no Fortaleza.

Alípio Reprodução

Técnico das categorias de base do Real Madrid, Miguel Ángel Portugal descreve em seu blog como foi a negociação.

"Estava tudo bem. Tudo era perfeito, e parecia que as coisas iam sair satisfatoriamente para todos, mas quando voltei do Brasil eu encontrei uma surpresa. O Presidente do Real Madrid, Ramón Calderón, disse-me que tínhamos assinado com Alípio", conta o Portugal, hoje no futebol da Índia.

A história e os números dizem que por Alípio, o Real pagou, nada mais e nada menos do que 2 milhões e meio de euros. "Incrível, mas é verdade", diz o treinador agora. Apenas uma semana depois, a Inter fechou a assinatura de Coutinho para aqueles 2,5 milhões euros.

Depois de uma passagem pelo Espanyol, Coutinho chegou ao Liverpool, onde está atualmente. Se o negócio for confirmado, o Barcelona deverá pagar 179 milhões euros pelo jogador.

Loading...
Revisa el siguiente artículo