Cyborg derrota Holm e mantém cinturão do peso pena do UFC no Brasil

Por Estadão Conteúdo

Cris Cyborg encarou o combate mais difícil da sua carreira na madrugada deste sábado, em Las Vegas, nos Estados Unidos, no principal evento do UFC 219. Defendendo o cinturão do peso pena (até 66kg), a brasileira fez um duelo digno de título com Holly Holm, saindo do octógono com a vitória por decisão unânime dos juízes.

Foi uma luta muito equilibrada, com muitas trocas duras de golpes e movimentação, mas Cyborg conseguiu prevalecer e manter seu cinturão. Ambas terminaram o combate com um abraço, em gesto de "fair-play", mas com os rostos bem marcados, demonstrando o quão dura foi a disputa. Ao final, os juízes decidiram de forma unânime em favor da brasileira (49 a 46, 48 a 47 e 48 a 47).

Pela primeira vez, Cyborg lutou durante cinco rounds. Quem imaginou que a americana seria um alvo fácil, se enganou. Holm entrou no octógono mostrando que não estava para brincadeira, logo no início soltou um chute alto e acabou derrubando a brasileira.

A potência de Cyborg foi o que fez a diferença em um duelo equilibrado. Holm tentou ganhar pontos durante todo o combate, mas não aguentou a pressão da curitibana, que aumentou o ritmo ao longo dos rounds e atingiu uma boa sequência de golpes no fim do quinto assalto para comprovar a sua vitória.

"Holm fez com que eu pudesse mostrar um pouco do meu jogo, eu gosto de ter adversárias assim. Eu consegui mostrar paciência e o momento certo de fazer as coisas. Ela é uma atleta perigosa e eu tinha que estar sempre focada", afirmou a curitibana logo após o triunfo.

Invicta no MMA desde 2005, a brasileira chegou a 19 vitórias. A sua próxima adversária no UFC ainda não foi anunciada, mas pode ser a campeã do peso galo Amanda Nunes, como indicou Dana White, o presidente da organização, em declarações antes mesmo da luta entre Cyborg e Holm. Em recentes entrevistas, Cyborg declarou que não gostaria de enfrentar uma brasileira, mas não iria recusar um pedido do UFC.

OUTRAS LUTAS – Já Edson Barboza, em luta pela categoria peso leve (até 70,3kg), foi derrotado pelo russo Khabib Nurmagomedov por decisão unânime (30 a 25, 30 a 25 e 30 a 24). Apesar de uma pressão de Barbosa no início do combate, Nurmagomedov conseguiu alternar bem socos, chutes e algumas quedas que dificultaram o desempenho do brasileiro.

O russo, especialista em wrestling, permanece invicto no UFC e vem se destacando cada vez mais. Enquanto o campeão da categoria, o irlandês Conor McGregor, não define seu futuro no esporte, Nurmagomedov pode ter pela frente o campeão interino Tony Ferguson.

Já o brasileiro Matheus Nicolau venceu Louis Smolka em duelo válido pelo peso mosca.

Confira todos os resultados do UFC 219:

Cris Cyborg venceu Holly Holm por decisão unânime

Khabib Nurmagomedov venceu Edson Barboza por decisão unânime

Dan Hooker venceu Marc Diakiese por finalização

Carla Esparza venceu Cynthia Calvillo por decisão unânime

Neil Magny venceu Carlos Condit por decisão unânime

Michal Oleksiejczuk derrotou Khalil Rountree por decisão unânime

Myles Jury derrotou Rick Glenn por decisão unânime

Matheus Nicolau derrotou Louis Smolka por decisão unânime

Marvin Vettori e Omari Akhmedov terminaram com um empate majoritário

Tim Elliott derrotou Mark De La Rosa com um triângulo de mão no segundo round

Conteúdo Patrocinado
Loading...
Revisa el siguiente artículo