Vai correr a São Silvestre? Confira as dicas para não fazer feio

Por Metro Jornal

O fisioterapeuta osteopata, Rogério Queiroz, diretor da Escola de Osteopatía de Madrid Brasil, dá algumas dicas para otimizar seu rendimento na São Silvestre:

  1. Faça um check-up para verificar se seu corpo estão em perfeitas condições
  2. O tênis pode ser um grande aliado para melhorar seu empenho, mas atenção: tente não molhá-los. Além de deixá-los mais pesados e aumentarem o esforço, a umidade facilita o surgimento de bolhas
  3. É importante alongar e liberar tanto os músculos da inspiração quanto da expiração antes da prova para desobstruir narinas e relaxar os músculos
  4. Procure tratamentos para melhorar a recuperação após a corrida, como banheiras com água e gelo, massagens, entre outros.

Corrida ‘antipipoca’

são silvestre André Tambucci/ Fotos Públicas

Para evitar que corredores não inscritos na prova, os chamados “pipocas”, não entrem na corrida, a organização preparou algumas dinâmicas, já aplicadas em circuitos como Meia Maratona Internacional de São Paulo e Maratona Internacional do Rio.

Entre elas, o monitoramento de acesso à área de  largada. Os atletas oficialmente inscritos devem acessar a prova pela Rua São Carlos do Pinhal e Alameda Santos, chegando à largada pela Alameda Casa Branca, Rua Peixoto Gomide e Rua Ministro Rocha Azevedo, a partir das 6h.

Haverá triagem para os corredores não inscritos, e a organização pede que estes não tentem chegar ao local. Na chegada, também haverá postos de triagem para orientar que apenas os atletas inscritos tenham acesso ao lanche, medalha e hidratação.

Nesta edição, na dispersão, ao final da prova, o espaço será maior e reservado somente para atletas, sem a presença do público, bem como terá o monitoramento de acesso com triagens para desviar atletas sem número. Serão sete postos de água, um a mais que no ano passado, com volume para atender somente aos inscritos. 

Conteúdo Patrocinado
Loading...
Revisa el siguiente artículo