Djokovic desiste de torneio de exibição e adia volta às quadras

Por Estadão Conteúdo
| Stefano Rellandini/Reuters
Djokovic desiste de torneio de exibição e adia volta às quadras

Os planos de Novak Djokovic realizar o seu retorno às quadras nesta sexta-feira fracassaram após o sérvio desistir de participar de um torneio de exibição nos Emirados Árabes Unidos, o Mubadala World Tennis Championship, por causa de recorrentes dores no cotovelo direito.

Djokovic não jogou competitivamente desde que abandonou o seu confronto pelas quartas de final de Wimbledon em julho devido à lesão no cotovelo. Ele estava previsto para enfrentar nesta terça-feira o espanhol Roberto Bautista Agut pelas semifinais do torneio de exibição, naquele que seria o seu primeiro jogo em cerca de cinco meses.

"Estou terrivelmente desapontado por ser forçado a desistir", disse Djokovic em um comunicado divulgado no seu site oficial. "Infelizmente, nos últimos dias comecei a sentir dor no cotovelo e, após vários testes, minha equipe médica me avisou para não arriscar nada, abandonar o torneio e continuar imediatamente com a terapia", acrescentou.

Além disso, Djokovic deixou claro que o problema pode adiar ainda mais o seu retorno às quadras, sendo que o Aberto da Austrália, o primeiro Grand Slam da temporada, vai começar em 15 de janeiro. "Isso pode afetar o início da temporada e os planos de torneios, mas uma decisão será tomada nos próximos dias", afirmou.

Djokovic está inscrito no Torneio de Doha, que começará na próxima segunda-feira, evento em que ele venceu as duas últimas edições e que seria a sua principal preparação para disputar o Aberto da Austrália em Melbourne.

Os organizadores do torneio de exibição conseguiram organizar uma outra partida para Bautista Agut, que agora vai enfrentar Andy Murray, outro ex-número 1 do mundo, que não atua desde Wimbledon por causa de uma lesão no quadril. Ela já estava em Abu Dabi, mas apenas para treinos visando o início da temporada.

A outra semifinal da competição está confirmada e será entre o austríaco Dominic Thiem e o sul-africano Kevin Anderson. Já no duelo que valeu a quinta posição do torneio, o russo Andrey Rublev derrotou o espanhol Pablo Carreño Busta por 6/4 e 6/2.

Loading...
Revisa el siguiente artículo