7 craques fora da Copa do Mundo (e uma dúvida)

Por Metro Jornal
selo da copa

Confrontos da primeira fase definidos, Neymar, Cristiano Ronaldo e Messi garantidos, grandes seleções e craques confirmados para a Copa do Mundo em 2018, certo? Não exatamente. Listamos aqui sete craques do futebol mundial que não estarão na Rússia e uma figuraça que havia se aposentado, mas que pode voltar atrás.

Gianluigi Buffon

Buffon é o maior ídolo do gol italiano | Valerio Pennicino/Getty Images Buffon é o maior ídolo do gol italiano | Valerio Pennicino/Getty Images

Talvez a ausência mais sentida no mundo do futebol. O italiano de 39 anos iria para a sua sexta Copa do Mundo, o que seria sua última também, já que ele disse que se aposenta no fim da temporada 2017/2018 na Juventus. A eliminação da Itália pela Suécia adiantou essa decisão, pelo menos com a Seleção. O maior camisa 1 da Azzurra disputou 175 partidas pela Seleção principal, em 20 anos de serviços prestados, sendo campeão mundial em 2006, na Alemanha.

Arjen Robben

Robben se aposentou da Holanda | Dean Mouhtaropoulos/Getty Images Robben se aposentou da Holanda | Dean Mouhtaropoulos/Getty Images

Aos 33 anos, estreou pela Holanda em 2003. De lá pra cá foram 96 jogos, com 37 gols e 29 assistências, atingindo o ápice na carreira pelo selecionado em 2010, com o vice na Copa da África do Sul. Em 2014, no Brasil, a Seleção Holandesa ficou em terceiro. Com a pífia campanha da Laranja Mecânica na Eliminatória para a Copa da Rússia, o jogador declarou que não atuaria mais pela Seleção. Sua despedida foi na vitória por 2 a 0 contra a Suécia, no último jogo da competição, marcando os dois gols.

Arturo Vidal

Arturo se despediu do Chile | Buda Mendes/Getty Images Arturo se despediu do Chile | Buda Mendes/Getty Images

Outro grande nome do futebol que aposentou do selecionado foi Arturo Vidal. Um dos principais jogadores nos últimos dez anos do esporte no Chile, o volante ajudou a levar seu país ao topo da América do Sul ao vencer a Copa América de 2014 e a Copa Centenário de 2016. Porém, nas Eliminatórias para a Rússia, ele e seus companheiros falharam e terminaram a disputa em sexto, fora do Mundial. Sua história pelo Chile termina com 98 jogos e 23 gols.

Gareth Bale

Bale passou a maior partes das Eliminatórias machucado | Michael Steele/Getty Images Bale passou a maior partes das Eliminatórias machucado | Michael Steele/Getty Images

Esse ainda tem futuro pelo País de Gales, mas sua ausência será sentida na Rússia. Com 28 anos, Bale ainda pode disputar facilmente a Copa de 2022, no Catar, mas vai precisar do bom futebol de seus companheiros e, convenhamos, Gales não é nenhuma potência na Europa para conseguir uma vaga facilmente. Nas Eliminatórias, o jogador do Real Madrid pouco pôde fazer, já que passou bom tempo machucado. Mais jovem atleta a atuar pelo seu país, com 16 anos, Gareth fez 68 partidas até aqui e marcou 26 gols.

Pierre-Emerick Aubameyang

O craque do Gabão não conseguiu levar o time ao Mundial | reuters O craque do Gabão não conseguiu levar o time ao Mundial | Reuters

Destaque do Borussia Dortmund e um dos principais nomes do futebol europeu atual, o jogador de 28 anos do Gabão bem que se esforçou, mas não foi suficiente para levar sua seleção a uma Copa do Mundo pela primeira vez. Pela seleção africana estreou em 2009 e até hoje fez 56 partidas, com 23 gols.

David Alaba

Alaba é destaque no Bayern | reuters Alaba é destaque no Bayern | Reuters

Lateral-esquerdo do Bayern de Munique, o jogador austríaco amargou a eliminação de sua seleção nas Eliminatórias, mas terminou a competição com um dado um tanto curioso: ele foi o artilheiro da Áustria, com seis gols marcados.

Riyad Mahrez

Argelino esteve na Copa no Brasil | reuters Argelino esteve na Copa no Brasil | Reuters

O argelino gastou destaque mundial com o título do pequeno Leicester na temporada 2015/2016 do Campeonato Inglês. Nascido na França, o meia é filho de um boleiro argelino e decidiu usar a cidadania para defender a seleção africana. Em 2016 esteve na Copa do Mundo do Brasil, mas atuou em apenas uma partida, contra a Bélgica. Agora, vai ter que esperar até 2022.

A dúvida: Ele, o deus Zlatan Ibrahimovic

Última partida de Zlatan pela Suécia foi na Euro de 2016 | Lars Baron/Getty Images Última partida de Zlatan pela Suécia foi na Euro de 2016 | Lars Baron/Getty Images

O melhor jogador do mundo, segundo ele mesmo, se aposentou da Seleção Suécia após a participação na Eurocopa de 2016. Porém, com a classificação heroica dos amarelos em cima da Itália para a Copa da Rússia, já se começa a especular que Ibra pode dar uma pausa nessa aposentadoria, e participar do Mundial. Bom, para isso, além de estar disponível, ele precisa ser convocado.

Conteúdo Patrocinado
Loading...
Revisa el siguiente artículo