Justiça de São Paulo condena Neymar a pagar parto do filho

Por Metro Jornal
Neymar com o filho Davi Lucca - Clive Mason/Getty Images
Justiça de São Paulo condena Neymar a pagar parto do filho

O Tribunal de Justiça de São Paulo determinou que o atacante do PSG e da Seleção Brasileira Neymar e a modelo Carolina Dantas paguem o médico Herbert Kramer e seus assistentes pelos serviços prestados em 2011 no parto de Davi Lucca. Ainda cabe recurso da ação.

Pela decisão em segunda instância, os dois deverão pagar R$ 15 mil, que serão repartidos entre a assistente de obstetrícia (R$ 10 mil) e a auxiliar de parto (R$ 5 mil), segundo o portal "UOL". No entanto, o valor exato só será determinado após a perícia.

A defesa alega que o plano de saúde da modelo cobriria todos os custos do parto em hospitais da Baixada Santista – mas o garoto nasceu em um centro médico de São Paulo.

De acordo com a Justiça, Neymar e Carolina sabiam dos custos já que o parto seria fora da área coberta pelo plano de saúde.

Na época do parto de Davi Lucca, Neymar não quis pagar o valor de R$ 45 mil pelo parto alegando que o médico estava usando a fama do jogador para cobrar mais caro.

Loading...
Revisa el siguiente artículo