Galiotte valoriza 'clássico' com o Boca: 'Vai ser duro para eles também'

Por Estadão Conteúdo
Maurício Galiotte - Divulgação/Palmeiras
Galiotte valoriza 'clássico' com o Boca: 'Vai ser duro para eles também'

O presidente do Palmeiras, Maurício Galiotte, exaltou o "clássico" com o Boca Juniors na fase de grupos da Copa Libertadores de 2018, após o sorteio das chaves realizado na noite desta quarta-feira, no Paraguai. E tratou de ponderar que o duelo será "duro" para os dois times.

"É sempre bom a gente disputar um clássico na fase de grupos e vamos nos preparar para enfrentar grandes jogos, como esse. O Boca Juniors é um adversário duro, mas para eles também será duro enfrentar o Palmeiras", avisou o dirigente, em entrevista ao canal Fox Sports. Os dois times decidiram a Libertadores de 2000, com triunfo da equipe argentina.

No Grupo 8, o Palmeiras ainda terá pela frente o Alianza Lima, do Peru, e o ganhador do jogo 4 da última fase preliminar. Apesar da pouca tradição do time peruano, Galiotte descartou qualquer facilidade nos demais confrontos da fase de grupos da competição sul-americana.

"Acho que não tem tranquilidade na Libertadores. São todos jogos difíceis", declarou o mandatário palmeirense.

A fase de grupos, na qual o Palmeiras estreará, terá início no dia 28 de fevereiro. Vai até 23 de maio. O mata-mata, com as oitavas de final, vai começar somente no dia 8 de agosto. Pela programação da Conmebol, as finais da Libertadores de 2018 terá os jogos disputados nos dias 7 e 28 de novembro.

Loading...
Revisa el siguiente artículo