Câmara altera orçamento e cede títulos fiscais ao Corinthians

Por Estadão Conteúdo
Daniel Augusto Jr/Agência Corinthians
Câmara altera orçamento e cede títulos fiscais ao Corinthians

O vereador Eduardo Tuma (PSDB) e a gestão João Doria, do mesmo partido, entraram em acordo nesta quinta-feira para liberar R$ 45 milhões em títulos financeiros, os chamados Certificados de Incentivo ao Desenvolvimento (CIDs), para o Itaquerão, estádio do Corinthians.

O valor é R$ 5 milhões maior do que o proposto originalmente pela Prefeitura. O acordo se deu após Tuma apresentar proposta de emenda que alterava o valor para R$ 350 milhões. A proposta havia passado na primeira votação do orçamento, mas foi mal recebida pelo governo, que sinalizou barrá-la.

Tuma é primo de Romeu Tuma Júnior, ex-deputado e candidato a presidente do clube. A emenda chegou a ser aprovada pela Câmara em primeira votação e será alterada para a segunda votação do orçamento de 2018, programada para a semana que vem. Os CIDs são títulos que o clube recebe e pode vender no mercado financeiro. Quem os compra usa esses papéis como moeda para abater impostos

A proposta de emitir os CIDs para o Corinthians nasceu nas negociações para a construção da arena, que fica em Itaquera, na zona leste de São Paulo, para a Copa do Mundo de 2014. Ao todo, a cidade liberaria R$ 454 milhões ao clube por meio desse mecanismo.

Eduardo Tuma afirmou ao Estado que havia feito a emenda dos R$ 350 milhões, "mas o governo não achou no orçamento de onde retirar tal quantia". "Então, chegamos à conclusão que daria para fazer um remanejamento de R$ 45 milhões ao invés de R$ 40 milhões, o que já auxilia o clube, ainda que em menor proporção."

Dirigentes da atual gestão do clube ouvidos pela reportagem, entretanto, tinham pouca expectativa de que os recursos de fato seriam recebidos pelo time. A proposta foi recebida como uma ação de Tuma e Tuma Júnior com viés eleitoreiro.

A emenda com os novos valores já foi protocolada na Câmara. O prefeito Doria tem até o dia 31 para aprovar o orçamento de São Paulo do ano que vem.

Loading...
Revisa el siguiente artículo