'Ajoelhem-se perante o Rei de Copas', diz Independiente aos flamenguistas

Por Estadão Conteúdo

Depois do empate por 1 a 1 com o Flamengo que lhe garantiu o título da Copa Sul-Americana, na noite desta quarta-feira, no Maracanã, o Independiente aproveitou o momento de glória para dar "recados" aos adversário e aos torcedores rubro-negros. O clube não deixou de lembrar dos vários episódios de tensão vividos antes do confronto, que já começaram a ocorrer na noite de terça-feira, quando uma confusão foi protagonizada por flamenguistas na porta do hotel onde a equipe argentina estava hospedada, na Barra da Tijuca, no Rio.

Na chegada ao Maracanã, na noite da última quarta, o ônibus do Independiente foi apedrejado por flamenguistas, mas a recepção hostil de nada adiantou, pois a taça acabou ficando com a equipe de Avellaneda. Equipe que também é conhecida pelo apelido de Rei de Copas pelo alto número de títulos continentais que possui, sendo que entre os quais estão sete troféus de campeão da Libertadores.

"Nos provocaram. Nos maltrataram. Promoveram um ódio sem sentido O Rei fala no campo. O Rei não perdoa. Aprendam de uma vez. Ou precisam de mais um Maracanazo", afirmou o clube argentino, por meio de suas redes sociais, lembrando também que o tradicional estádio foi palco da fatídica derrota do Brasil para o Uruguai, por 2 a 1, sofrida na decisão da Copa do Mundo de 1950. "Ajoelhem-se perante o Rei de Copas", provocou.

Em outra publicação, o Independiente ressaltou que já havia levado a melhor sobre o mesmo Flamengo na decisão da Supercopa da Libertadores de 1995, quando ficou com a taça mesmo após ser derrotado por 1 a 0, então com um gol de Romário no Maracanã, no confronto de volta da final. No jogo de ida, na Argentina, a equipe carioca havia sido batida por 2 a 0.

"Nos quiseram vender um inverno. Se esqueceram de um pequeno detalhe: ao nosso jogo nos chamaram. O Rei conquistou o Maracanã pela segunda vez na história. O quintal de nossa casa", voltou a provocar o clube, que não parou por aí ao se referir aos torcedores flamenguistas que tentaram desestabilizar a equipe argentina por meio de atitudes violentas antes do confronto. "Lamentamos que tenham sono. Talvez devessem ter dormido mais cedo ontem. Os jogos se vencem no campo. Sabemos muito sobre isso. Mais respeito ao Rei", pediu.

Ao todo, o Independiente agora contabiliza 17 títulos de nível continental ou intercontinental. Além de suas sete Libertadores, foi duas vezes campeão mundial, em 1973 e 1984, tem três troféus da extinta Copa Interamericana, dois da Copa Sul-Americana, dois da Supercopa da Libertadores e um da Recopa Sul-Americana.

Conteúdo Patrocinado
Loading...
Revisa el siguiente artículo